Esta página já teve 126.857.328 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 26.156 acessos diários
home | entre em contato
 

Dicas da Dra. Shirley

Prepare a casa para o Natal

12/12/2004



Está na hora de arrumar a casa para esperar a chegada do Pai Natal. Montar a árvore de Natal, comprar e embalar presentes, pensar na mesa para a ceia, são alguns costumes que já estão arreigados e ajudam a preparar o espírito natalício. 

O hábito de se decorar a árvore de Natal deve-se aos alemães. 
A tradição chegou à América no século XVIII. 

Em Portugal, há muitos anos que se enfeita as casas para o Natal.
Enfeites, luzes, árvores e grande variedade de motivos de Natal. 

Também se usa produtos naturais como flores e frutas para dar um toque pessoal aos seus enfeites. Só é preciso alguma imaginação e trabalho para se fazer um Natal diferente.

Depois da casa enfeitada, não se deve esquecer de preparar a mesa para a grande noite. A sugestão que apresentamos na página Mesa, serve para tirar ideias. A maneira de colocar os pratos, facas, copos, até ao centro de mesa. Depois é o seu gosto e imaginação.
_______________

Embrulhos dão um toque especial 

Uma árvore de Natal bonita e enfeitada completa-se com vários presentes debaixo dela. Acreditando ou não que o Pai Natal exista , todos gostam de ser lembrados. Papéis coloridos, grandes laços, flores e cartões dão um toque especial em qualquer presente. Para quem tem tempo e gosta de embrulhos exclusivos, o ideal é fazer com antecedência.

Outra sugestão é personalizar o presente bordando desenhos nas próprias caixas. Pode bordar motivos natalícios em ponto cruz e ponto cheio. A caixa ou o pacote fica personalizado.
__________________________

A tradição corre o mundo

Existem várias versões para a origem do costume da árvore de Natal.
A história mais comum remonta à primeira metade do século 8, na Alemanha. Nessa época, o monge britânico São Bonifácio pregava um sermão sobre o Natal em uma tribo alemã. Para tentar acabar com a adoração que esse povo tinha pelo carvalho, cortou uma árvore dessa espécie. Na queda, os galhos destruíram tudo em volta, com excepção de um pequeno pinheiro. O monge aproveitou o facto e afirmou que havia acontecido um milagre, pois o pinheiro simbolizava a "árvore do Menino Jesus". Com o passar dos anos, além de manter a tradição da árvore, os alemães começaram a enfeitá-la com chocolates, rebuçados, maçãs e papéis colorido.

A colocação de luzes nas árvores é atribuída ao criador da reforma protestante, Martinho Lutero. Conta-se que ele passeava na floresta quando viu as luzes das estrelas atravessarem os galhos dos pinheiros. Quando chegou a casa, quis mostrar a cena aos filhos e iluminou uma árvore com velas.

No século 19, foi a vez da Inglaterra vitoriana conhecer a árvore de Natal. O príncipe Albert, marido da rainha Vitória, trouxe o enfeite para o Palácio Real. Filho de um nobre alemão, o príncipe cresceu ajudando a decorar pinheiros de Natal. Quando se casou, pediu à sua mulher que adoptasse o costume de seu país.

Na América as árvores desembarcaram em plena guerra revolucionária. Em 1804, os soldados de Fort Dearborn ( agora, Chicago) montaram os pinheiros no meio das barricadas. Em 1923, o símbolo conquistou o lugar de maior prestígio dos Estados Unidos, a Casa Branca.
O então presidente Calvin Coolidge estabeleceu uma cerimonia para acender as luzes da árvore de Natal nacional. A data, actualmente, faz parte da comemoração norte-americana da festa natalícia.

_________________________________

Lojas especializadas facilitam as compras 

Antigamente quem queria enfeitar uma árvore, não encontrava nada além das bolas metalizadas e coloridas. Hoje, nos grandes centros comerciais, a variedade é enorme. Há enfeites para todos os gostos e bolsos.

_______________________________

Famílias reúnem-se em torno da mesa

A noite do dia 24 de dezembro, véspera de Natal, é muito especial.
As crianças aguardam ansiosas pelo bom velhinho.
Católicos participam da Missa do Galo.
Amigos e família reúnem-se para cear.

Redobram-se os cuidados quando se põe a mesa da consoada e lá vêm as toalhas mais belas (a que foi oferecida pela avó), os pratos mais preciosos, os melhores talheres, os castiçais...

_____________________________________________

Cestas também fazem parte da festa 

Para oferecer aos amigos, montar uma boa mesa ou até mesmo fazer uma surpresa a alguém especial na véspera do Natal, as cestas podem ser uma deliciosa opção. Por isso pode optar por fazer uma ou comprar nas muitas casas especializadas que as têm para todos os gostos e bolsos.

 

gastronomias


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos

Poítica de Privacidade