Esta página já teve 126.922.207 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 26.137 acessos diários
home | entre em contato
 

Dicas da Dra. Shirley

Porque Não Se Deve Recongelar Um Alimento

11/07/2003

 


Fora do freezer as bactérias despertam.
 
Nos frigoríficos as frutas são congeladas em poucos minutos. Assim os cristais de gelo, que se formam nela são bem pequenos. 

No freezer doméstico o processo demora horas, tempo suficiente para se formarem grandes cristais, que arrebentam as fibras e deixam o alimento com má aparência. 
 
A temperaturas abaixo de zero grau Celsius, as possíveis bactérias presente no alimento ficam hibernando. Quando a comida é descongelada, elas despertam e começam a se multiplicar. O consumo deve ocorrer antes que atinjam uma quantidade capaz de fazer mal ao organismo.
 
No caso do alimento regongelado, o número de bactérias a hibernar estará muito maior.
 
Assim quando saírem do freezer novamente, esses micro organismos atingirão uma quantidade perigosa mais rapidamente.
 
 
Faço aqui uma observação, aprendida nos cursos de congelamento que fiz. Não se deve recongelar alimentos da mesma forma ou no mesmo estágio em que foram descongelados. Mas os alimentos podem ser recongelados, se mudarmos seu estágio. Explicando: uma carne crua, se descongelada, poderá sofrer mais dois processos de congelamento, se obedecidas as seguintes circunstâncias:

1º - voltar ao freezer, agora temperada , como por exemplo: bifes a milanesa, preparados para serem fritos ( empanados em ovo e farinha de rosca).

2º - os mesmos bifes, agora já fritos, poderão voltar ao freezer em forma de filés a parmeggiana, prontos para irem ao forno só para derreter o queijo.

Note que foram três congelamentos da mesma carne, mas em estágios e de  formas diferentes. Em todas elas, deverão ser respeitados os prazos para uso dos pratos.


Portanto, sempre que puder, congele o alimento da forma mais natural possível e no caso de haver necessidade de recongelar, mude o seu estágio, acrescentando tempero, cozinhando-o ou assando. O correto, entretanto, é procurar ter sempre porções que se destinem a uma única refeição, mesmo que precise retirar duas ou três porções. Assim você evita o trabalho de ter que voltar à cozinha para refazer o que poderia ter sido feito numa só etapa.

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos

Poítica de Privacidade