Antienvelhecimento/Longevidade - Recorde de longevidade
Esta página já teve 116.504.763 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.686 acessos diários
home | entre em contato
 

Antienvelhecimento/Longevidade

Recorde de longevidade

16/04/2004
Rato modificado alcança recorde de longevidade
 
AP
O rato geneticamente modificado "Yoda", à esquerda, aparece ao lado de "Princesa Leia"
Um pequeno rato geneticamente modificado celebrou seu quarto aniversário, tornando-se o mais velho de sua espécie. Sua idade equivale a cem anos humanos, segundo a Universidade de Medicina de Michigan, nos Estados Unidos. Um rato de laboratório vive, em média, dois anos.

A longevidade do rato, chamado Yoda, se deve a modificações genéticas que afetaram sua glândula pituitária e a tireóide, reduzindo a produção de insulina, o que deixou o animal um terço menor do que a média dos ratos e muito sensível ao frio.

Yoda, apesar de sua idade avançada, ainda possui mobilidade, é sexualmente ativo e tem "boa aparência", afirmou Richard A. Miller, diretor associado de pesquisa no centro de geriatria da Universidade. Yoda vive em um laboratório de cuidados continuados junto com cerca de outros cem ratos machos em idade avançada, usados para um estudo sobre longevidade.

A companheira de gaiola de Yoda, batizada Princesa Leia em homenagem a outro personagem da série de filmes "Star Wars", é uma fêmea muito maior que impede que o pequeno rato congele até a morte com o calor de seu corpo.

Os pesquisadores estudam as mutações dos genes para determinar como a alteração nos níveis de hormônios pode diminuir a velocidade do processo de envelhecimento, com a esperança de descobrir quais métodos poderiam ser aplicados a humanos.
 

AP


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos