Tabagismo/Fumo/Cigarro - Redução da incidência de admissões hospitalares por Infarto do Miocárdio associada com a proibição de fumar em público: antes e depois do estudo
Esta página já teve 117.143.768 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.641 acessos diários
home | entre em contato
 

Tabagismo/Fumo/Cigarro

Redução da incidência de admissões hospitalares por Infarto do Miocárdio associada com a proibição de fumar em público: antes e depois do estudo

13/07/2004



 

Pesquisadores americanos realizaram um estudo, publicado recentemente no British Medical Journal, com o objetivo de determinar se haveria uma alteração nas admissões hospitalares por infarto do miocárdio agudo enquanto uma lei local proibindo fumar em público e em locais de trabalho estivesse em execução.

O número de admissões hospitalares mensais por infarto do miocárdio agudo, de dezembro de 1997 a novembro de 2003, foi examinado através da análise de Poisson. Foram consideradas todas as admissões de habitantes ou não de Helena, Montana, uma comunidade geograficamente isolada com um hospital que atende uma população de 68140.

Durante os seis meses em que a lei foi executada, o número de admissões caiu significativamente (- 16 admissões, intervalo de confiança: - 31,7 a - 0,3), de uma média de 40 admissões durante os mesmos meses em anos anteriores e após a lei, a um total de 24 admissões durante os seis meses em que a lei esteve em vigor. Houve um aumento não significativo de 5,6 (- 5,2 a 16,4) no número de admissões vindas de fora de Helena durante o mesmo período, de 12,4 nos anos anteriores e após a lei, a 18 enquanto a lei esteve em vigor.

Os autores concluíram que leis que proíbem fumar em locais de trabalho e lugares públicos podem estar associadas com um efeito na morbidade de doenças cardíacas.

 Reduced incidence of admissions for myocardial infarction associated with public smoking ban: before and after study - British Medical Journal 2004; 328: 977-980

Paper

Reduced incidence of admissions for myocardial infarction associated with public smoking ban: before and after study

Richard P Sargent, attending physican1, Robert M Shepard, attending physican1, Stanton A Glantz, professor of medicine2

1 HealthCare Quality Performance Council, St Peter's Community Hospital, 2475 Broadway, Helena, Montana 59601, USA, 2 Division of Cardiology, Department of Medicine, University of California, San Francisco, CA 94143-1390, USA

Correspondence to: S Glantz glantz@medicine.ucsf.edu

Objective To determine whether there was a change in hospital admissions for acute myocardial infarction while a local law banning smoking in public and in workplaces was in effect.

Design Analysis of admissions from December 1997 through November 2003 using Poisson analysis.

Setting Helena, Montana, a geographically isolated community with one hospital serving a population of 68 140.

Participants All patients admitted for acute myocardial infarction.

Main outcome measures Number of monthly admissions for acute myocardial infarction for people living in and outside Helena.

Results During the six months the law was enforced the number of admissions fell significantly (- 16 admissions, 95% confidence interval - 31.7 to - 0.3), from an average of 40 admissions during the same months in the years before and after the law to a total of 24 admissions during the six months the law was effect. There was a non-significant increase of 5.6 (- 5.2 to 16.4) in the number of admissions from outside Helena during the same period, from 12.4 in the years before and after the law to 18 while the law was in effect.

Conclusions Laws to enforce smoke-free workplaces and public places may be associated with an effect on morbidity from heart disease.



IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos