Tabagismo/Fumo/Cigarro - Quais são as conseqüências para a saúde dos fumantes passivos?
Esta página já teve 110.817.963 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.760 acessos diários
home | entre em contato
 

Tabagismo/Fumo/Cigarro

Quais são as conseqüências para a saúde dos fumantes passivos?

30/07/2004

Importante destacar que a fumaça que sai da ponta acesa do cigarro contém todas as substâncias da fumaça inalada pelo tabagista, porém em concentrações maiores (três vezes mais nicotina e monóxido de carbono e 50 vezes mais substâncias cancerígenas). É claro que o fumante passivo não inala toda essa fumaça, mas ele certamente estará sujeito aos malefícios do cigarro.

As crianças expostas à fumaça do cigarro, principalmente dos pais, têm maior chance de desenvolver infecções respiratórias (pneumonias, gripes, bronquites), asma, rinite, infecções de ouvido e de garganta. Nas crianças até 1 ano de idade, as infecções respiratórias aumentam de 15% para 30% quando há um fumante no domicílio, para 40% quando há dois fumantes e pode atingir até 50% se há mais de dois fumantes na residência.

Além disso, o fumo passivo pode provocar dor de cabeça, tontura, irritação dos olhos e nariz.

PneumoAtual


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos