Tabagismo/Fumo/Cigarro - Jean Nicot
Esta página já teve 116.615.242 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.680 acessos diários
home | entre em contato
 

Tabagismo/Fumo/Cigarro

Jean Nicot

30/07/2004

UM CERTO Sr. JEAN NICOT

Diz a lenda, que havia em Portugal um certo cavalheiro chamado Jean Nicot, apesar de nascido em Nimes, lá viveu por muitos anos, como embaixador da França. Em 1558, preocupado com uma terrível enxaqueca que perturbava a vida de sua Rainha, Maria Catarina de Médicis e, ante a qual todos os médicos que a atendiam já  haviam entregado os pontos, tem a sui generis idéia de enviar-lhe folhas da planta, para um tratamento com a inalação da fumaça, sobre a qual se falavam maravilhas curativas. Em termos de saúde pública mundial, pelo número de mortes associadas ao fumo, bem melhor teria sido, se Nicotzinho tivesse disseminado no continente europeu o hábito indígena de andar de tangas.

capa do livro de Bruno Astuto, Editora Nova Aguilar

Dizem as más línguas, que a Rainha nunca se curou da realíssima enxaqueca e que jamais parou de cheirar aquela fumaça.

Tamanha importância foi atribuída ao embaixador que, não se sabe se para "encarnar na pele" do homem ou não, coube-lhe a honra de ver-se batizando o nome científico da planta : Nicotiana. Mais tarde, acabou também contribuindo para que uma das substâncias mais maldosas que a humanidade tem notícia, levasse o seu nome às escondidas: Nicotina.

Poucos sabem, entretanto, que além de ter seu nome tão relacionado à planta mais perigosa do planeta, Jean Nicot foi também o criador do primeiro dicionário da língua francesa, em 1606.

Bom, precisava-se dar um sobrenome à Nicotianinha, mas há controvérsias quanto à sua origem. Por um lado, Trinidad Tobagum foi o nome dado a uma das terras recém-descobertas por Colombo. Por outro, os "nativos" usavam um instrumento para melhor aspiração da fumaça e, este instrumento chamava-se tabacum, nome oriundo dos índios arouaks do Haiti. Entretanto, pesquisadores afirmam que a ilha do Caribe tem a forma do cachimbo e, daí o seu nome.

Por exigência de formalidade científica, estava então nomeada, pelo botânico Jacques Daléchamp, a Nicotiana tabacum.

Plantação de Nicotiana tabacum

Bom, esta é a origem oficial do nome da planta de fumo, aquela que vocês encontrarão na maioria dos livros especializados e nas enciclopédias. Há, porém, controvérsias... Alguns historiadores e pesquisadores atribuem ao Frei André Thevet, franciscano, que participara da excursão de Villegagnon, a introdução das plantas de fumo na Europa, a partir de sementes que ele mesmo levara do Brasil (e não, portanto, da América Central) e plantara, inicialmente, em sua própria casa ao retornar da viagem.

Frei André Thevet

www.cigarro.med.br


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos