Antienvelhecimento/Longevidade - Genes, Percepção Sensorial e Envelhecimento
Esta página já teve 114.591.439 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.786 acessos diários
home | entre em contato
 

Antienvelhecimento/Longevidade

Genes, Percepção Sensorial e Envelhecimento

10/06/2003

O envelhecimento constitui ainda um grande mistério para os cientistas. No reino animal há espécies que vivem pouco tempo, como por exemplo as borboletas que morrem em poucas semanas. Existem outras espécies, como o Homem ou o elefante, que vivem várias décadas.

Da mesma forma que há genes que determinam a cor dos nosso olhos ou cabelo, talvez haja outros genes que indiquem o momento em que envelhecemos. Conhecendo esses genes poderemos compreender melhor o processo de envelhecimento, e talvez até arranjar maneira de adiar esse processo. Por outro lado, podem existir "coisas" no nosso meio ambiente que nos fazem envelhecer mais depressa ou mais devagar.

No laboratório da Dra. Cynthia Kenyon, nos Estados Unidos, estudam-se os genes que afetam o envelhecimento. Para tal usa-se um organismo chamado Caernorhabditis elegans, mais simplesmente conhecido por C. elegans, que é um verme com menos de 1 mm de comprimento. Como a duração média da sua vida é de cerca de duas semanas torna-se ideal para estudar o envelhecimento. Além disso, muitos dos seus genes são semelhantes aos humanos.

Já se sabia há algum tempo que inactivando alguns genes específicos os vermes passam a viver mais do dobro do que é normal. Agora, descobriu-se que os C. elegans também vivem mais tempo quando deixam de funcionar genes importantes na percepção do ambiente. Isto significa que deve haver algo que os animais normalmente "cheiram" ou sentem que os faz envelhecer. Quando não têm capacidade de "cheirar" ou sentir, passam a viver mais tempo.

Este estudo é importante porque não só confirma que há genes que influenciam o envelhecimento, como também demonstra que existe algo (ainda não identificado) no ambiente que tem impacto na longevidade. Pelo menos na do C. elegans.

Apfeld J, Kenyon C 1999 "Regulation of lifespan by sensory perception in Caernorhabditis elegans". Nature 402: 804-809 (16.12.1999)


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos