biologia molecular - Evolução 1
Esta página já teve 114.650.741 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.781 acessos diários
home | entre em contato
 

biologia molecular

Evolução 1

11/06/2003

Evolução 1

Nosso planeta está repleto de vida: por todos os lados, em todos os ambientes, um número imenso de organismos ocupam os mais inusitados locais. Até mesmo uma simples gota de água pode conter inúmeros organismos vivos.

Hoje sabemos que estes organismos nem sempre foram assim, como os conhecemos. Ao longo das gerações os seres vivos se modificam, diversificando e ocupando diferentes ambientes. Assim, uma espécie animal que tenha existido na Terra em eras passadas pode ter sido a origem de todo um grupo de animais atuais em nosso planeta. Esta espécie seria então conhecida como ancestral comum deste determinado grupo.

Este processo no qual os seres vivos se modificam, diversificando-se e diferenciando-se uns dos outros, é conhecido como evolução.

Este processo se dá através da adaptação de um determinado organismo em relação à um ambiente que este organismo explora. As adaptações estão presentes em todos os organismos vivos, e é o que lhes permite explorar os ambientes em que vivem de modo que consigam sobreviver. Podemos observar exemplos de adaptações nos dentes de um felino, adaptados a cortar a carne de suas presas. Por outro lado, as longas patas adaptadas à corrida permitem que as presas escapem de seus predadores. As adaptações não estão apenas em estruturas corporais, mas também no comportamento; assim, um animal que caça está adaptado à andar sorrateiramente, sem fazer ruídos, para que não desperte a atenção de sua presa. Observe um felino caçando; ele se movimenta agilmente, sem ruídos. Já um animal herbívoro, uma presa em potencial, demonstra estar sempre alerta, levantando a cabeça e observando tudo à sua volta. Ele não faz isso porque tem vontade, este comportamento foi selecionado, é algo que tem base genética, como iremos ver adiante.

 

 

 

Mas como surgem as adaptações? Como os animais conseguem se modificar? É isso o que iremos observar analisando algumas teorias evolutivas.

www.ib.usp.br/


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos