Tabagismo/Fumo/Cigarro - Paris lança selo "livre de fumaça" para cafés e restaurantes
Esta página já teve 115.915.063 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.698 acessos diários
home | entre em contato
 

Tabagismo/Fumo/Cigarro

Paris lança selo "livre de fumaça" para cafés e restaurantes

27/10/2004


Junto com a principal associação receptiva francesa, a prefeitura anunciou que cafés, restaurantes e hotéis poderão, a partir de meados de novembro, receber um selo com a frase "este é um local 100% livre de fumaça".

"A operação segue bases inteiramente voluntárias", disse em entrevista coletiva Alain Lhostis, um oficial sanitário da prefeitura de Paris.

Os estabelecimentos que decidirem proibir o fumo em suas dependências, cederão "um novo espaço de liberdade para os parisienses", afirmou.

Segundo o sindicato Synhorcat, que reúne donos de hotéis, restaurantes e cafés, apenas 50 destes 1.200 estabelecimentos que funcionam na cidade são livres de cigarros e 20 outros expressaram interesse em se inscrever na iniciativa.

Os que fizerem o pedido receberão o selo com renovação anual, sujeita a inspeções sanitárias municipais para assegurar que a prerrogativa está sendo respeitada.

A iniciativa municipal vai mais longe que uma lei já existente - mais rigorosa, porém ignorada -, que exige áreas para não-fumantes nos estabelecimentos.

A inspiração para a idéia veio de outras cidades que adotaram uma linha dura contra o fumo, sobretudo Nova York, onde uma proibição em bares e outros estabelecimentos foi implementada em 2001.

Em março deste ano, a Irlanda introduziu uma das mais duras leis antitabagistas do mundo, ao proibir o fumo em quase todos os locais públicos.

A França aumentou os preços dos cigarros e hoje o produto é um mais caros da Europa, numa tentativa de reduzir os riscos sanitários associados com o vício.

Um terço da população francesa, de 60 milhões de pessoas, é fumante.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, em todo o mundo, cerca de cinco milhões de pessoas morrem por ano vítimas de doenças relacionadas com o fumo e o número de mortes deve aumentar cerca de 10 milhões por ano até 2030, caso não haja uma redução do consumo.
 
Fonte: Idec
Data: 26/10/2004
Portal do Consumidor


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~