Stress/estresse - Stress
Esta página já teve 115.930.070 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.695 acessos diários
home | entre em contato
 

Stress/estresse

Stress

13/11/2004

        O “STRESS”

 

 

n Origem

 

Palavra utilizada pela primeira vez em 1936, no  Canadá, pelo cientista Hans Selye da Universidade de Montreal. Este termo advém da física, onde estresse significa o interjogo entre uma força e a resistência que produz.

 

 

n Definição

 

Estado de desequilíbrio orgânico em resposta a influências ambientais. É uma resposta de adaptação de nosso organismo ante qualquer situação, passando a ser um mecanismo inato de auto-preservação.

 

 

n Características

 

Qualquer situação que desperte emoção, seja essa boa ou má e que exija mudança, passa a ser chamada de elemento estressor ou fonte de estresse.

 

 

n Funcionamento

 

O estresse é o sal da vida e sem ele seríamos desiludidos e desmotivados.

Existe o estresse causado por estímulos negativos (distress) e causado por estímulos positivos (eustress). Ambos são prejudiciais quando ocorrem em demasia, pois nos levam a exaustão.

 

 

 

 

n Curiosidades

 

O estresse sempre existiu com o homem. Nossos ancestrais pré-históricos apresentavam respostas de estresse diante de qualquer situação ameaçadora, como por exemplo, diante de tempestades e de animais ferozes. Nas lutas e nas caçadas ... No entanto, esses homens não se estressavam, pois davam respostas naturais, lutando ou fugindo, transformando o problema.

 

Mas hoje em dia, as reações de luta e fuga passam a ser inadequadas e somos forçados a desenvolver nossa capacidade de adaptação de forma incongruente a que fomos biologicamente preparados.

 

 

n Fontes comuns de Estresse

 

 

 

   Meio Ambiente  :  barulho , trabalho , exigências , trânsito ,            

                                           prazos , etc.

 

   Corpo  :  acidentes , doenças , crescimento , envelhecimento ,          

                        falta de exercícios , distúrbios do sono , etc.

 

   Pensamentos e Emoções  :  medos , idéias , sofrimento ,

                                                            impressões , sensações , etc.

 

 

 

nMecanismo Físico de Respostas

 

Qualquer problema, real ou imaginário provoca estímulos no córtex (parte mais externa do cérebro, sendo que este, envia mensagens ao hipotálamo (principal gatilho para a resposte ao estresse).

 

 

 

 

A Ação do Hipotálamo

 

 

 

O hipotálamo então estimula uma parte do sistema nervoso chamado de autonômico, a realizar uma série de mudanças em nosso corpo, tais como :

 

 

 

·    Dilatação das pupilas para potencializar a visão

 

·    Liberação de adrenalina e outros hormônios que diminuem a resposta imunológica do organismo

 

·    Aumento da pressão arterial

 

·    Desvio do sangue do sistema digestivo e extremidades para os músculos

 

·    Aceleração da frequência cardíaca

 

·    Transpiração mais intensa

 

·    Queda de temperatura nas mãos e pés

 

·    Quando o estímulo para o estresse acaba, o córtex pára de emitir impulsos e o organismo volta ao seu funcionamento normal em cerca de três minutos

 

·    Se o estímulo não for interropido ou se repetir com frequência, a pessoa pode entrar em um estado de estresse crônico

 

 

 

n Estresse Crônico

 

O estresse crônico faz com que uma pessoa acabe exigindo demais de um determinado órgão.

As vítimas mais comuns são os sistemas esquelético-muscular, cardiovascular e gastro-intestinal. A carga extra sobre esses sistemas pode levar a doenças e sintomas em várias partes do organismo.

 

 

n Principais Sintomas do Estresse Crônico

 

·    Fraqueza muscular

·    Gastrite

·    Úlcera

·    Diarréia crônica

·    Colite (inflamação do cólon - intestino grosso)

·    Hipertensão arterial

·    Impotência

·    Perda da libido

·    Asma

·    Maior suscetibilidade a infecções

·    Dores de cabeça

·    Tensão muscular

·    Fadiga

·    Depressão

·    Insônia

·    Irritabilidade

 

n Conclusões Finais

 

Um indivíduo estressado está basicamente desfocado de si mesmo. Sente-se perdido, porque corre até a ciência em busca de sua existência e não a consegue.

Recorre então às crenças e filosofias da vida, mas frustra-se também, pois procura lá fora o que está dentro de si mesmo.

Portanto o caminho é buscar seu interior maior, descobrindo-o e descobrindo-se, a fim de aumentar a nitidez de sua vida, através do auto-conhecimento e da busca do equilíbrio interno.

 

 

www.coladaweb.com

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~