Dietas/Emagrecimento - Sou obeso?
Esta página já teve 113.960.332 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.863 acessos diários
home | entre em contato
 

Dietas/Emagrecimento

Sou obeso?

30/12/2004

 

Ser obeso é ter uma doença crônica ocasionada por um excesso de gordura corpórea. A obesidade é identificada quando há um desequilíbrio energético, ou seja, a energia ingerida (a quantidade de calorias adquiridas através da alimentação) é maior do que a energia dispendida (quantidade de calorias dispendidas para o metabolismo celular) por um longo período de tempo. De acordo com as tabelas da Metropolitan Insurance Life Company (Nova York, EUA), uma pessoa é considerada obesa quando seu peso for no mínimo 20% maior do que considerado ideal para sua altura.

Será que sou obeso?

Durante muito tempo, a Medicina procurou um padrão de cálculo que pudesse ser utilizado em todo o mundo e que permitisse identificar, da melhor forma possível, o ponto a partir do qual uma pessoa pode ser considerada com sobrepeso e obesa. Existe uma série de medidas de peso, porém o Índice de Massa Corpórea (IMC), por sua praticidade, é hoje aceito como padrão de medida internacional. Sua forma de cálculo é a divisão do peso (em kg) da pessoa por sua altura, elevada ao quadrado (em m²).

CATEGORIA IMC
Abaixo do Peso Abaixo de 18,5
Peso Normal 18,5 - 24,9
Sobrepeso 25,0 - 29,9
Obeso Leve 30,0 - 34,9
Obeso Moderado 35,0 - 39,9
Obeso Mórbido Acima de 40,0

Distribuição Regional de Gordura

Embora o total de gordura no seu corpo seja importante, é mais relevante ainda saber onde ela está localizada. A gordura depositada na região abdominal (andróide ou visceral) acarreta mais riscos à saúde do que se ela estiver concentrada em outra parte do corpo, como região dos quadris e coxas (ginecóide ou periférica). Uma medida que é comumente usada na prática médica para avaliar os risco de saúde é a Relação Cintura/Quadril.

Mulheres com cintura/ quadril > 0,80 = Risco
Homens com cintura/ quadril > 1,00 = Risco

Muitos especialistas utilizam, conjuntamente, os métodos IMC e cintura/quadril, para avaliar com mais segurança os risco de saúde do paciente. Cabe destacar, que outros autores têm aceito que a simples circunferência abdominal maior que 95 cm é representativa de risco elevado de doenças.

Outras formas de medir o peso

Medir a gordura corpórea serve para avaliar o risco de doenças relacionadas a ela e, para os pacientes obesos, determinar se é necessário iniciar um tratamento, qual será e por quanto tempo.

Dentre as medidas destacam-se:

  • Técnicas laboratoriais para medição da gordura corpórea (como a Tomografia Computadorizada).
  • Técnicas não-laboratoriais para medição da gordura corpórea (medições das pregas cutâneas e teste de bioimpedância).

Xenicare


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos