Minerais - Saiba sobre Bário
Esta página já teve 114.439.407 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.804 acessos diários
home | entre em contato
 

Minerais

Saiba sobre Bário

14/01/2005
BÁRIO: elemento 56 da tabela periódica. Grupo: metais alcalino-terrosos.
Disponibilidade|Produção|Propriedades|Compostos/reações|Aplicações|Isótopos
Símbolo: Ba Número atômico: 56
Peso atômico: 137,327 Elétrons: [Xe]6s2
História

Do grego barys (pesado). Descoberto por Sir Humphrey Davy, em 1808.

Disponibilidade

Não é encontrado puro. Ocorre principalmente na forma de sulfato (baritina, BaSO4) e carbonato (witherita, BaCO3).

Produção (início da página)

É obtido pela eletrólise do cloreto.

Propriedades (início da página)

Pertence ao grupo dos alcalino-terrosos e parece quimicamente com o cálcio. É um metal mole e, no estado puro, tem aspecto branco prateado.

Reage com água e álcool e oxida-se facilmente (deve ser conservado em óleo ou em outro meio sem oxigênio).

Todos os compostos de bário que são solúveis em água ou em ácido são venenosos.

Grandeza Valor Unidade
Massa específica do sólido 3510 kg/m3
Ponto de fusão 727 °C
Calor de fusão 7,75 kJ/mol
Ponto de ebulição 1870 °C
Calor de vaporização 142 kJ/mol
Temperatura crítica s/ dado °C
Eletronegatividade 0,89 Pauling
Estados de oxidação +2 -
Resistividade elétrica 35 10-8 W m
Condutividade térmica 18,4 W/(m°C)
Calor específico 205 J/(kg°C)
Coeficiente de expansão térmica 2,06 10-5 (1/°C)
Módulo de elasticidade 13 GPa
Estrutura cristalina cúbica de corpo centrado
Compostos e/ou reações - alguns exemplos (início da página)

Os mais importantes são peróxido, cloreto, sulfato, carbonato, nitrato e clorato.

Reação com oxigênio:
2Ba + O2 ® 2BaO.
Ba + O2 ® BaO2.

Reação com nitrogênio: 3Ba + N2 ® Ba3N2.

Reação com água: Ba + 2H2O ® Ba(OH)2 + H2.

Aplicações (início da página)

Na forma pura, tem poucas aplicações. Uma delas é a remoção de oxigênio em válvulas eletrônicas.

O litopônio, pigmento branco bastante usado, é uma mistura de sulfato de bário e sulfeto de zinco.

O sulfato é usado em tintas, na fabricação de vidros, como substância de contraste em exames por raios X, etc.

A barita (hidróxido de bário) é usada em fluidos para perfuração de poços de petróleo e na fabricação de borracha.

Carbonato é empregado em venenos para ratos.

Nitrato (Ba(NO3)2) e clorato são usados em artefatos pirotécnicos para produzir cores.

O sulfeto impuro fosforesce após exposição à luz.

Isótopos (início da página)

Simb % natural Massa Meia vida Decaimento
128Ba 0 127,9083 2,43 d CE p/ 128Cs
129Ba 0 128,9087 2,2 h CE p/ 129Cs
130Ba 0,106 129,9063 Estável -
131Ba 0 130,9069 11,7 d CE p/ 131Cs
132Ba 0,101 131,9050 Estável -
133Ba 0 132,9060 10,53 a CE p/ 133Cs
134Ba 2,417 133,9045 Estável -
135Ba 6,592 134,9057 Estável -
136Ba 7,854 135,9046 Estável -
137Ba 11,232 136,9058 Estável -
138Ba 71,698 137,9052 Estável -
139Ba 0 138,9088 1,396 h b- p/ 139La
140Ba 0 139,9106 12,75 d b- p/ 140La
A coluna % natural indica o teor encontrado no elemento natural. Valor nulo indica produção artificial. Símbolos para tempos de meia vida: s (segundo), m (minuto), h (hora), d (dia), a (ano). A tabela acima contém os principais isótopos do elemento. Não são necessariamente todos.
http://myspace.eng.br


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos