alergia - Equilíbrio Ácido Base na Respiração Exalada de Crianças com Asma Alérgica
Esta página já teve 115.931.419 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.695 acessos diários
home | entre em contato
 

alergia

Equilíbrio Ácido Base na Respiração Exalada de Crianças com Asma Alérgica

31/03/2005
 




O descontrole do pH das vias aéreas pode ter um papel na patofisiologia da asma. A medida do pH do condensado da respiração exalada (CRE)  e dos níveis de amônia pode ser utilizada como um método não invasivo para estudar o nível ácido base das vias aéreas de asmáticos.

 

O condensado da respiração exalada de 29 crianças com asma alérgica estável e de 13 controles saudáveis foi coletado pelo resfriamento do ar exalado durante a respiração.  A amônia foi medida pela cromatografia com detecção do pH por fluorescência, o qual foi medido após a deaeração de amostras do CRE por borbulhamento com argônio.  Os valores do pH e da amônia no CRE foram significativamente menores nos asmáticos do que no grupo controle. Houve uma associação significante entre o pH do CRE e as concentrações de amônia.

 

Os autores concluíram que estes dados mostram que os valores do pH do CRE de crianças asmáticas estáveis são menores quando comparados com crianças saudáveis do grupo controle e associa-se positivamente às concentrações de amônia,  confirmando a hipótese de que a acidificação da via aérea pode ter um papel na patobiologia da asma alérgica.

Acidbase equilibrium in exhaled breath condensate of allergic asthmatic children - Allergy - 2005; 60(4):476

Abstract
Download to reference manager

Allergy
Volume 60 Issue 4 Page 476  - April 2005
doi:10.1111/j.1398-9995.2005.00718.x
 
Original article
Acid-base equilibrium in exhaled breath condensate of allergic asthmatic children
S. Carraro1, G. Folesani2,3, M. Corradi2,3, S. Zanconato1, B. Gaston4, E. Baraldi1

Background: The dysregulation of airway pH control may have a role in asthma pathophysiology. The measurement of exhaled breath condensate (EBC) pH and ammonia levels may be used as a noninvasive method to study acid-base status in the airway of asthmatics.

Methods: Exhaled breath condensate from 29 allergic stable asthmatic children and 13 healthy controls was collected by cooling exhaled air during tidal breathing. Ammonia was measured by high-performance liquid chromatography with fluorescence detection. pH was measured after deaeration of EBC samples by bubbling with argon. The children also underwent FENO measurement.

Results: Both pH and ammonia values in EBC were significantly lower in the asthmatics than in the control group [pH: ICS-treated (median and interquartile range) 7.70 (7.62-7.74), steroid-naïve 7.53 (7.41-7.68), controls 7.85 (7.80-7.90), P < 0.01 and P < 0.001, respectively; ammonia: ICS-treated 476.17 muM (282.50-594.80), steroid-naïve 253.24 muM (173.43-416.08), controls 788.30 muM (587.29-1310.39), P < 0.05 and P < 0.001, respectively]. Both pH and ammonia values were higher in ICS-treated than in steroid-naïve asthmatic children. There was a significant correlation between EBC pH and ammonia concentrations.

Conclusions: These data show that EBC pH values of stable asthmatic children are lower compared with those of healthy controls and positively correlated with ammonia concentrations, supporting the hypothesis that airway acidification may have a role in the pathobiology of allergic asthma.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~