Tabagismo/Fumo/Cigarro - Cientistas já desenvolvem tratamento de imunização ao cigarro
Esta página já teve 114.656.769 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.775 acessos diários
home | entre em contato
 

Tabagismo/Fumo/Cigarro

Cientistas já desenvolvem tratamento de imunização ao cigarro

29/04/2005




 A medicina científica já está desenvolvendo um tratamento de imunização ao tabaco, possivelmente na forma de uma vacina, anunciou nesta quinta-feira em Viena Michael Kunze, chefe do Instituto de Medicina Social da Universidade de Viena.

O médico trabalha junto com outros especialistas no Karolinska Institutet de Estocolmo, na Suécia, no desenvolvimento de anticorpos contra a nicotina, estudo que em sua fase atual se concentra em experimentos com ratos.

Após haverem recebido uma injeção de nicotina, os animais circulam por todos lados "como loucos", mas se tranqüilizam por terem recebido os anticorpos, explicou Kunze em um evento intitulado "O futuro sem fumaça" no Ministério da Saúde austríaco.

A próxima fase da pesquisa será a de testes em pacientes humanos, antes de tudo para poder aplicar o método na profilaxia contra as recaídas de antigos fumantes.

A continuação do projeto depende, no entanto, de que se comprometa nele um laboratório importante, advertiu o especialista, mas reconheceu que ainda faltam anos para que "a vacina contra o tabaco" se transforme em realidade.

Kunze chamou a atenção sobre alternativas à fumaça já existentes, que se praticam, por exemplo, na Suécia, onde os dependentes introduzem uma pequena quantidade de tabaco fermentado na boca, em um sachê parecido com o do chá, e a nicotina é absorvida pelas mucosas sem produzir as substâncias cancerígenas que não se liberam até a queima do cigarro.

(EFE) -UOL


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos