alergia - Asma e Doença do Refluxo Gastroesofágico em Crianças
Esta página já teve 114.673.807 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.773 acessos diários
home | entre em contato
 

alergia

Asma e Doença do Refluxo Gastroesofágico em Crianças

04/05/2005
 




A asma é uma doença bem reconhecida e uma das mais comuns na infância. Mais recentemente,  a doença do refluxo gastroesofágico tem sido relatada grandemente como uma ocorrência comum diária em crianças e adolescentes. Estes dois diagnósticos freqüentemente apresentam associação, sendo sua coexistência mais freqüente do que seria esperada.

 

A base fundamental para o tratamento da asma é a regulação e controle da hiperreatividade e inflamação crônica da via aérea. As crianças que não respondem aos regimes padronizados para a asma deveriam ser avaliadas para outras fontes de sintomas pulmonares, mais notavelmente o refluxo gastroesofágico. 

 

A avaliação inicial das provas de função pulmonar seguida de ensaio empírico de terapia com inibidor de bomba de próton através da duplicação das doses padrões geralmente utilizadas nas disordens associadas à acidez e administrada em três meses, é uma estratégia custo-efetiva e diagnóstica não invasiva. As crianças que falham em apresentar melhora do sintoma pulmonar deveriam ser avaliadas quanto à aderência e uso adequado da medicação.

 

A monitorização do pH esofágico de 24 horas com registros diários concomitantes dos sintomas é recomendada para certificar a adequação da supressão ácida e confirmar o diagnóstico naqueles que continuam a ter os sintomas.  As crianças com causas dos sintomas pulmonares associadas à acidez freqüentemente exigem tratamento a longo prazo.  Os estudos têm confirmado eficácia, segurança e tolerabilidade dos inibidores da bomba de próton no tratamento de crianças e adolescentes.

 

Os autores concluíram que a cirurgia deveria ser reservada àqueles com doença grave e naqueles que são incapazes de acompanhar o tratamento farmacológico.

Asthma and gastroesophageal reflux disease in children: Exploring the relationship - The Journal of Pediatrics – 2005; 146(3):S13

Asthma and gastroesophageal reflux disease in children: Exploring the relationship

Benjamin D. Gold, MD * [MEDLINE LOOKUP]
Previous article in Issue
Next article in Issue
• View full-text version
• View print version (PDF)
Drug links from Mosby's DrugConsult
Genetic information from OMIM
• Citation of this Article
   • View on PubMed
   • Download in citation manager format
   • Download in Medlars format
Related articles in PubMed

   Abstract  TOP 

Asthma is a well-recognized disease and one of the most common illnesses in childhood. More recently, gastroesophageal reflux disease has increasingly been appreciated as a common daily occurrence in children and adolescents. These two diagnoses often present in tandem, with their coexistence being more frequent than would be expected for a chance occurrence. The mainstay of asthma management is the regulation and control of chronic airway hyperreactivity and inflammation. Children who do not respond to standard asthma regimens should be evaluated for other sources of their pulmonary symptoms, most notably gastroesophageal reflux. Baseline assessment of pulmonary function tests followed by an empiric trial of proton pump inhibitor therapy, using double the standard doses commonly used in acid-related disorders and administered for 3 months, is a cost-effective, noninvasive diagnostic strategy. Children who fail to exhibit pulmonary symptom improvement should be evaluated for both medication compliance and proper administration. Twenty-four-hour esophageal pH monitoring with concurrent dairy recordings of their symptoms is recommended to ascertain adequacy of acid suppression and confirm the diagnosis in those who continue to have symptoms. Children with acid-related causes of their pulmonary symptoms often require long-term treatment. Studies have confirmed the efficacy, safety, and tolerability of proton pump inhibitors in the treatment of children and adolescents. Surgery should be reserved for those with severe disease and those who are unable to comply with pharmacologic treatment.



IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos