Teses/Estudos Avançados/Questões - Saúde bucal de pré-escolares de instituições públicas no Distrito Federal, Brasil
Esta página já teve 115.956.403 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.694 acessos diários
home | entre em contato
 

Teses/Estudos Avançados/Questões

Saúde bucal de pré-escolares de instituições públicas no Distrito Federal, Brasil

15/05/2005
Informações:

Nome completo do autor da tese: Heliana Dantas Mestrinho
Título da tese: Saúde bucal de pré-escolares de instituições públicas no Distrito Federal, Brasil
Nome do curso: Doutorado em Ciências da Saúde
Data da defesa: 13/07/00
Nome do orientador: Orlando Ayrton de Toledo
Palavras chaves em português: dentição decídua, cárie e gengivite
Palavras chaves em inglês: primary dentition, dental caries, gingivitis

RESUMO

A prevalência de gengivite e cárie dentária e a influência de algumas variáveis na condição da saúde bucal foram verificadas em 594 crianças de 5 anos de idade, de ambos os sexos, de pré-escolas públicas em diferentes regiões do Distrito Federal, onde a água de abastecimento é fluoretada.

Os exames clínicos foram realizados por único examinador e a reprodutibilidade foi feita em 10% da amostra. A freqüência de gengivite foi avaliada pelo índice de sangramento gengival (ISG) em todos os dentes e à de cárie dentária pelos índices ceod e ceos, considerando dois níveis de exame: nível 1, quando o componente "cariado" representava apenas lesões cavitadas de acordo com recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), e nível 2, quando o componente "cariado" representava lesões cavitadas e não cavitadas. A atividade de cárie dentária foi descrita em seus diferentes estágios.

A correlação das variáveis com a saúde bucal das crianças foi verificada pela aplicação aos pais de um questionário contendo informações sobre condição sócio-econômica, visita das crianças ao dentista, última visita dos pais ao dentista, freqüência e forma de escovação dentária, freqüência de ingestão de guloseimas das crianças, conhecimento dos pais sobre prevenção da cárie dentária e opinião e fundamento da opinião dos pais sobre a condição dentária dos filhos.
Os resultados mostraram: 1 - quanto à condição de saúde gengival, 64,81% das crianças apresentaram inflamação gengival, mais prevalente no sexo masculino (p<0,038) e em crianças de condição sócio-econômica não privilegiada (p<0,0001), não tendo sido observada correlação entre freqüência e forma de escovação dentária e saúde gengival; 2 - quanto à condição de saúde dentária, a quase totalidade das crianças fazia uso rotineiro de dentifrícios e, considerando os níveis 1 e 2 do exame dentário respectivamente, a percentagem de crianças livres de cárie variou de 42,59% a 35,35%; o índice ceod foi 2,57 (± 3,35) e 3,99 (± 4,71) e o índice ceos 4,10 (±7,68) e 6,76 (±11,24), observando-se diferença estatisticamente significante entre os dois níveis de exame realizados (p<0,0001); lesões crônicas de cárie não cavitadas representaram 4,31% do total de superfícies com experiência de cárie contra 2,10% de lesões crônicas cavitadas; os dentes mais afetados por cãrie em ambos os arcos foram os molares, principalmente os segundos.

Maior prevalência de cárie foi observada em crianças de condição sócio-econômica não privilegiada (p<0,001) e que faziam ingestão mais freqüente de guloseimas (p<0,0001). A condição de saúde dentária de todas as crianças examinadas foi independente da visita delas ao dentista, da freqüência e da forma da escovação dentária, do tempo da última visita dos pais ao dentista e esteve associada ao conhecimento dos pais sobre prevenção da cárie dentária (p<0,0001).

ABSTRACT

The prevalence of gingivitis, dental caries and the effect of some variables in dental health were seen in 594 five years old children, boys and girls, attending public schools of the Federal District were the water supply is fluoridated.

Clinical examination was carried out by one examiner and duplicate recordings were made on 10% of the sample. The frequency of gingivitis was assessed according to the index of gingival bleeding (IGB) in all teeth and dental caries by the indices dmft and dmfs, taking in account two levels of examination: level 1 - decayed component represented only cavitated lesions in accordance with the World Health Organization (WHO) and level 2 - decayed component represented cavitated and non cavitated lesions. The activity of dental caries was described in its different stages.

The correlation of the variables as to the dental health of the children was verified through a questionnaire answered by the parents with informations on their social-economic conditions, children dental check-up, the parents last dental check-up, the frequency and form of brushing, the frequency of ingestion of sweets among children, the parents' knowledge on the prevention of dental caries and their opinion as well as their fundamental basis on the dental conditions of the their children.

The results have shown: 1 - regarding gingival conditions, the frequency of inflamed sites were 64.81%; the gingivitis was more predominant in boys (p<0.038); and children with low social-economic conditions (p<0.0001); no correlation whatsoever was observed between the frequency and form of brushing and gingival health; 2 - regarding dental health conditions, almost all children used in a daily basis tooth paste and, considering levels 1 and 2 of dental examination, the percentage of caries-free children ranged from 42.59% to 35.35%; the dmft index was 2.57 (±3.35) and 3.99 (±4.71) and the dmfs index was 4.10 (±7.68) and 6.76 (±11.24). It was observed a statistically significant difference between the two levels of examination (p<0.0001); chronic lesions of non cavitated caries represented 4.31% of the total number of surfaces with caries experience against 2.10% of chronic cavitated lesions; the most affected teeth by caries in both dental arcs were the molars, mainly the seconds.

The highest predominance of caries was observed in children with low social-economic conditions (p<0.001) and also when the ingestion of sweets was more frequent (p<0.0001). The dental health of all the children examined was independent of dental check-up, the form of dental brushing and its frequency and the time lag of the last parents dental examination and it was also associated with the parents knowledge about the prevention of dental caries.



--------------------------------------------------------------------------------


Veja mais em:
Biblioteca Central da UnB - BCE

Secretaria de Pós-graduação em Ciências da Saúde
Núbia Vanessa - nvanesa@unb.br
Edigres Alves de Sousa (Grace)
Expedita Machado de Sousa
Sílvia Aparecida Ferreira da Costa
Vania Maria Bezerra de Almeida
Silvia Aparecida Ferreira da Costa
Edigres Alves de Souza
Tel: 61-307-2503 - 61-307-2268

 

www.unb.br


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~