Dietas/Emagrecimento - Comparação das dietas de Atkins, Ornish, Vigilantes do Peso e Zone para redução de peso e de risco de doença coronária: estudo randomizado
Esta página já teve 114.408.965 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.803 acessos diários
home | entre em contato
 

Dietas/Emagrecimento

Comparação das dietas de Atkins, Ornish, Vigilantes do Peso e Zone para redução de peso e de risco de doença coronária: estudo randomizado

08/06/2005
JAMA 2005;293(1):43-53
DANSINGER ML, GLEASON JA, GRIFFITH JLM GLEASON JA, TM

A escassez de dados quanto aos efeitos na saúde ocasionados pelas dietas populares representa um importante problema de saúde pública, especialmente quando pacientes e médicos têm interesse em utilizar dietas populares como estratégia de alimentação individualizada para a prevenção de doenças. O objetivo deste estudo foi avaliar as taxas de aderência e de efetividade de quatro dietas populares (Atkins, Zone, Vigilantes do Peso e Ornish) para perda de peso e redução de fatores de risco cardíacos. Foi realizado um ensaio randomizado em um único centro médico acadêmico de Boston, com adultos com idades entre 22 e 72 anos, com sobrepeso ou obesidade (índice de massa corpórea: média de 35, variação de 27 a 42), com hipertensão conhecida, dislipidemia ou hiperglicemia. Os participantes foram randomizados nos quatro grupos de dietas populares, de julho de 2000 a janeiro de 2002. Um total de 160 pacientes foram randomizados para participar dos grupos de dieta: Atkins (restrição de carboidratos, n=40), Zone (balanço de macronutrientes, n=40), Vigilantes do Peso (restrição calórica, n=40) ou Ornish (restrição de gordura, n=40). Após dois meses de esforços contínuos, os pacientes avaliaram seus próprios níveis de aderência à dieta. Alterações nos níveis basais de peso, nos fatores de risco cardíaco e nas taxas auto-avaliadas de aderência à dieta após um ano foram consideradas como as medidas principais de prognóstico. A perda média de peso em um ano foi de 2,1 kg para Atkins (21 [53%] dos 40 participantes que completaram o estudo, p=0,009); 3,2 kg para Zone (26 [65%] dos 40 participantes que completaram o estudo, p=0,002); 3,0 kg para Vigilantes do Peso (26 [65%] dos 40 participantes que completaram o estudo, p<0,001) e 3,3 kg para Ornish (20 [50%] dos 40 participantes que completaram o estudo, p= 0,007). Cada dieta reduziu significativamente a relação LDL/HDL colesterol em aproximadamente 10% (todas com p<0,05), sem efeitos significativos na pressão arterial e nos níveis de glicose em um ano. A quantidade da perda de peso foi relacionada com a aderência à dieta (r=0,60; p<0,001), mas não com o tipo de dieta (r=0,07; p=0,40). Para cada dieta, os decréscimos nos níveis de HDL colesterol, proteína C reativa e insulina foram significativamente associados a perda de peso sem diferenças relevantes entre as dietas. Os autores concluem que cada dieta popular reduz moderadamente o peso corpóreo e vários fatores de risco cardíacos em um ano. A maior adesão às dietas esteve associada a maior perda de peso e à redução dos fatores de risco cardíacos para cada grupo.

www.dialogocientifico.com.br


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos