Vascular/Cirurgia Vascular/Circulação - Warfarina de baixa intensidade para prevenção de tromboembolismo venoso recorrente
Esta página já teve 115.675.827 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.707 acessos diários
home | entre em contato
 

Vascular/Cirurgia Vascular/Circulação

Warfarina de baixa intensidade para prevenção de tromboembolismo venoso recorrente

23/07/2005

Paul M Ridker, Samuel Z. Goldhaber, Ellie Danielson, et al, for the PREVENT Investigators

Terapia padrão para prevenir tromboembolismo venoso recorrente inclui 3 a 12 meses de tratamento com warfarina em dose cheia com o objetivo de manter um INR (international normalized ratio) entre 2,0 e 3,0. Entretanto, para manejo a longo prazo, nenhum agente terapêutico demonstrou uma relação risco-benefício aceitável.

Métodos: pacientes com tromboembolismo venoso idiopático que tinham recebido terapia anticoagulante em dose cheia por uma média de 6,5 meses foram randomicamente designados a receber placebo ou warfarina de baixa intensidade (INR visado, 1,5 a 2,0). Participantes foram acompanhados para tromboembolismo venoso recorrente, hemorragia maior e morte.

Resultados: o ensaio foi terminado mais precocemente após registro de 508 pacientes e acompanhamento por até 4,3 anos (média, 2,1). Dos 253 pacientes do grupo placebo, 37 tiveram tromboembolismo venoso recorrente (7,2 por 100 pessoas-ano), comparado com 14 de 255 pacientes do grupo da warfarina de baixa intensidade (2,6 por 100 pessoas-ano), uma redução de risco de 64 por cento (relação de risco 0,36 [intervalo de confiança 95%: 0,19 a 0,67]; P<0,001). Redução de risco foi similar em todos os subgrupos, incluindo aqueles com e sem trombofilia hereditária. Hemorragia maior ocorreu em dois pacientes do grupo placebo e em cinco do grupo da warfarina de baixa intensidade (P=0,25). Oito pacientes do grupo placebo e quatro do grupo da warfarina de baixa intensidade morreram (P=0,26). Warfarina de baixa intensidade foi portanto associada a uma redução de 48 por cento no desfecho combinado de tromboembolismo venoso recorrente, hemorragia maior ou morte. De acordo com análises "por protocolo" e "como tratado", a redução do risco de tromboembolismo venoso recorrente ficou entre 76 e 81 por cento.

Conclusões: terapia a longo prazo com warfarina de baixa intensidade é um método altamente eficaz de prevenção de tromboembolismo venoso recorrente.

NEJM 2003; 348: 1425-1434


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~