Stress/estresse - Prevenção e Controle do Stress
Esta página já teve 111.014.525 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.781 acessos diários
home | entre em contato
 

Stress/estresse

Prevenção e Controle do Stress

23/07/2005


 

Stress é a resposta do organismo a determinados estímulos que representam circunstâncias súbitas ou ameaçadoras. Para se adaptar à nova situação, o corpo desencadeia reações que ativam a produção de hormônios, entre eles a adrenalina. Isso deixa o indivíduo em "estado de alerta" e em condições de reagir. Em instantes, esses harmônios se espalham por todas as células do corpo, provocando aceleração da respiração e dos batimentos cardíacos, dentre outros sintomas, denominados "reação de luta ou fuga". Acalmando-se, o corpo reequilibra- se.


As dificuldades de lidar com as pressões do dia-a-dia como problemas financeiros, problemas familiares, violência urbana, problemas no trânsito, mau relacionamento com colegas de trabalho ou chefes possibilitam o aparecimento do stress. Outros fatores cotidianos também potencializam seus efeitos, criando uma desarmonia no organismo. Isso resulta em sobrecarga de órgãos vitais, deixando-os doentes.


Estar em situação de stress, ocasionalmente, não é prejudicial ao organismo, pois este precisa reagir a acontecimentos inesperados. A permanência neste estado, contudo, pode causar uma infinidade de complicações, entre elas o enfraquecimento do sistema de defesa, enfermidade. Um dos aspectos mais flagrantes dos efeitos negativos do stress é a redução da qualidade de vida das pessoas, com reflexos altamente negativos para seu desempenho no trabalho. Isso ocasiona faltas e atrasos ao serviço, com queda na produtividade. Estudos demonstraram que o custo decorrente do stress é dez vezes maior do que todas as greves combinadas.


O aparecimento do stress pode estar relacionado a situações reais ou imaginárias, e suas principais causas podem ser:

1. Excesso de atividade/ má distribuição do tempo.
2. Acúmulo de raiva e sentimentos negativos.
3. Problemas de relacionamento.
4. Descontrole diante de situações críticas.
5. Preocupação excessiva.
6. Falta de descanso e lazer.
7. Dificuldade de lidar com as perdas.


Fases de Evolução

Fase de alerta: ocorre quando existe reação a uma ação externa. Nesta fase podem surgir problemas fisiológicos como taquicardia (batimento mais rápido e forte do coração), respiração acelerada e suor frio.

Fase de resistência: é a luta do organismo contra a fase de alerta. O indivíduo pode controlar-se (neste caso o stress passa despercebido) ou continuar estressado. Normalmente nessa fase o corpo responde com mudanças de comportamento, insônia e descontentamento.

Fase de exaustão; persistindo a situação de stress, é possível surgir uma série de doenças crônicas. Neste último estágio podem aparecer problemas emocionais, hipertensão, úlceras, gastrites, fadiga crónica, diabetes, alterações no sono, dentre outras manifestações.


Prevenção

É importante tentar evitar o stress. Se isto não for possível é necessário interromper sua seqüência mudando alguns de seus hábitos.

Mude seu estilo de vida

Alimente-se de maneira saudável e em periodos regulares.
Reavalie suas atividades e modo de pensar.
Não faça uso de tranqüilizantes sem orientação médica.
Evite o fumo, café e bebidas alcoólicas.
Mantenha, pelo menos, uma atividade física periódica, com orientação médica.
Administre seu tempo realizando uma atividade por vez.
Programe e tire férias anuais.
Crie e mantenha atividades de lazer.
Durma o suficiente para o seu descanso.
Resolva os problemas de forma racional, encarando-os positivamente.
Delegue atividades e aprenda a trabalhar em grupo.
Procure ser mais compreensivo e menos exigente.
Mantenha a mente alerta e o corpo relaxado.
Desenvolva um bom relacionamento interpessoal.
Procure conhecer seu organismo e respeite-o, não ultrapassando seus limites.
Busque sua paz interior.
Melhore a qualidade de sua vida.

www.acampe.com.br


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos