Antienvelhecimento/Longevidade - Alimentação adequada no anti-aging
Esta página já teve 116.614.565 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.680 acessos diários
home | entre em contato
 

Antienvelhecimento/Longevidade

Alimentação adequada no anti-aging

08/09/2005

COMO A ALIMENTAÇÃO EQUILIBRADA PODE DESACELERAR O PROCESSO DE ENVELHECIMENTO

Drª. Andréa Dario Frias

 

O estudo e o conhecimento do processo de envelhecimento ganhou interesse considerável nos anos recentes. Agora, mais do que nunca, existe um interesse crescente em se identificar os fatores que levam a um retardo deste processo, de forma a prolongar o período de características juvenis e mantê-lo por um longo tempo. A alimentação, desde que nutricionalmente adequada, exerce papel fundamental no retardo do processo de envelhecimento, na melhora da performance mental e física, além de auxiliar na manutenção do peso adequado e na resistência às doenças (melhora do sistema imunológico). Se homens e mulheres soubessem se alimentar corretamente, certamente chegariam à vida madura em plena forma física e mental e atingiriam os 90, 100 anos com disposição e saúde.

Tem sido reconhecido que os radicais livres e o stress oxidativo são fatores importantes na biologia do envelhecimento (contribuem para o surgimento de manchas pigmentadas na pele, rugas precoces, ressecamento da pele, etc) e no desenvolvimento de muitas doenças degenerativas associadas à idade (enfraquecimento do sistema imunológico, catarata, arteriosclerose, artrite, doença de Parkinson, mal de Alzheimer, câncer, etc). Uma dieta equilibrada, rica em frutas, hortaliças, legumes e cereais integrais, fornece ao nosso organismo nutrientes importantíssimos como minerais, vitaminas (beta-caroteno, vitaminas C, E, complexo B, ácido fólico, selênio, zinco, manganês, cobre, etc) e fitoquímicos (compostos fenólicos, licopeno, luteína, zeaxantina, etc) que atuam combatendo os radicais livres responsáveis pelo envelhecimento precoce. Por outro lado, o consumo excessivo de alimentos ricos em gordura, carboidratos simples (produtos refinados como açúcar) e o consumo de bebidas alcoólicas são hábitos amplamente relacionados com o aumento da produção dessas substâncias danosas ao organismo.

Contudo, quando a alimentação do dia a dia é deficiente a ponto de não ser capaz de proporcionar ingestão suficiente de todos esses componentes alimentares, torna-se necessário a incorporação de complementos/suplementos alimentares – fortificados ou enriquecidos – ao plano alimentar diário. Atentos a isso, pesquisadores da USP e da FUGESP – Fundação de Gastroenterologia e Nutrição de São Paulo, pesquisaram e desenvolveram um alimento que proporcionasse os nutrientes necessários para satisfazer as deficiências de uma alimentação inadequada na vida adulta. O alimento desenvolvido, batizado de Suprinutri Sênior, é rico em proteínas, fibras, vitaminas e minerais com ação antioxidante e formulado com grãos integrais como a soja, aveia, germe de trigo, fibras da laranja, gergelim e castanha de caju. Estudos clínicos desenvolvidos com o alimento em uma instituição geriátrica mostraram ótimos resultados e informações sobre as pesquisas com o alimento podem ser obtidas no 0800554414.

* Doutora em Ciência da Nutrição (FEA/UNICAMP); Pós-doutorado em Nutrição (ESALQ/USP). Coordenadora do Centro de Pesquisa Sanavita. E-mail: pesquisa@sanavita.com.br

www.abmae.com.br

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos