Tabagismo/Fumo/Cigarro - Maior concentração de fumantes do Brasil encontra-se em Porto Alegre
Esta página já teve 111.036.573 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.780 acessos diários
home | entre em contato
 

Tabagismo/Fumo/Cigarro

Maior concentração de fumantes do Brasil encontra-se em Porto Alegre

23/01/2006

 


Porto Alegre é a cidade que proporcionalmente tem a maior população de fumantes no Brasil. Cerca de 48% dos adultos são tabagistas, contra a média de 30% no País.

Quando perguntados se estão decididos a adotar algum tratamento para abandonar a dependência, 35% dos habitantes da capital gaúcha afirmam que sim, número maior do que os 24% no Rio de Janeiro, mas muito abaixo dos 59% de Brasília. Entre os médicos, o tabagismo já é reconhecido como doença e o fumante é considerado um dependente químico que deve ser tratado.

O Dr. José Miguel Chatkin, Professor Titular de Pneumologia da faculdade de medicina da PUC-RS de Porto Alegre, ressalta que uma das conseqüências dessa alta taxa de fumantes é o número de incidência de pacientes com alguma doença relacionada ao tabaco, como o câncer de pulmão, no Estado do Rio Grande do Sul. Sobre a alta prevalência, Chatkin acredita que esse fato pode estar relacionado à presença forte de companhias tabageiras na região.

O estudo aponta ainda que é muito baixo o índice de pessoas que adotam tratamento para parar de fumar. Na mostra nacional, cerca de 44% dos entrevistados responderam que não seguem nenhum procedimento específico para parar de fumar, 32% afirmaram que tentaram usando a própria força de vontade e apenas 6% usam medicamentos, como goma de mascar de nicotina ou antidepressivos.

Entre as principais conclusões do estudo destaca-se o elevado número de pessoas que querem parar, 93%, e que 88% dos fumantes já fizeram ao menos uma tentativa frustrada. Há ainda uma tendência no aumento da intenção em parar de fumar à medida que a pessoa envelhece.

A pesquisa confirmou também que é muito difícil interromper a dependência. Geralmente, os fumantes têm sucesso a partir da quarta tentativa. Como principais motivações, estão a preocupação com a saúde e o desejo de acabar com a dependência.

A mostra da pesquisa foi realizada sob encomenda do laboratório Pfizer, nas capitais Rio de Janeiro, São Paulo, Brasília e Salvador, além de Porto Alegre. As entrevistas foram feitas em outubro de 2005, com 916 pessoas entre 18 e 65 anos de idade, das classes A e B.

Autor: MAXPRESS Net

Fonte: OBID

 

www.antidrogas.com.br


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos