Drogas/Vício - Pornografia e crack
Esta página já teve 114.456.602 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.801 acessos diários
home | entre em contato
 

Drogas/Vício

Pornografia e crack

26/04/2006

Um estudo realizado pelo Comitê de Ciência e Tecnologia do Senado norte-americano mostrou que a pornografia na Internet pode ser mais viciante do que o crack ou a cocaína.

Imagens de misoginia, pedofilia ou sexo oral podem provocar efeitos negativos em muitos internautas. De acordo com a revista Wired, o estudo concluiu que os viciados em pornografia na Internet levam mais tempo para se recuperar do que drogados que usam crack ou cocaína. Pior ainda, os viciados em crack conseguem eliminar a droga do organismo.

No caso dos dependentes de pornografia digital, mesmo depois do tratamento, as imagens pornográficas permanecem no cérebro do paciente. Para Mary Anne Layden, co-diretora do Programa de Psicopatologia e Traumas Sexuais da Universidade de Pensilvânia, a pornografia é, atualmente, o maior perigo para a saúde psicológica das pessoas. "A Internet tem o melhor sistema de entrega de drogas. O usuário é anônimo e facilmente estimulado a adquirir novos padrões de comportamento", explica Layden. "A droga (a poronografia) é entregue 24 horas por dia, sete dias por semana em sua própria casa", acrescenta. Para Layden uma geração de jovens viciados está surgindo. E eles nunca vão querer tirar a "pornografia" de suas mentes.

 

Jornal @hora OnLine

http://www.portaldafamilia.org/scnews/news049.shtml


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos