Diabete/Diabetes - Glicemia Pós-desjejum
Esta página já teve 115.765.356 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.702 acessos diários
home | entre em contato
 

Diabete/Diabetes

Glicemia Pós-desjejum

11/05/2006
Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia
ISSN 0004-2730 versão impressa

 


Arq Bras Endocrinol Metab v.50 n.1 São Paulo fev. 2006

 

 

EDITORIAL

 

Algumas considerações sobre a Glicemia Pós-desjejum

 

 

Vivian C.M. Ellinger

Presidente do Departamento de Diabetes da SBEM e Coordenadora Científica do Serviço de Diabetes do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia - IEDE, Rio de Janeiro, RJ

Endereço para correspondência

 

 

OS ACHADOS DE UMA PESQUISA científica crescem de importância quando esta nos possibilita imediata aplicação na nossa prática clínica. É o que acontece com o artigo "Contribuição da Glicemia Pós-desjejum para o Controle Glicêmico do Paciente Com Diabetes Melito Tipo 2", por Sartori e cols. publicado nesta edição dos Arquivos (1).

Em nossos ambulatórios e consultórios, a auto-monitorização tem sido cada vez mais incentivada, também no paciente portador de diabetes mellitus tipo 2. Esta conduta, baseada nas numerosas evidências da importância do bom controle glicêmico, muitas vezes tem sua realização, na freqüência que seria desejável, dificultada devido ao elevado custo e ao desconforto físico e social que representa. A informação de que nestes pacientes existe uma maior excursão da glicemia durante o período matinal, independente do índice de massa corpórea, da HbA1c, da terapia utilizada e do status residual da célula beta (2), nos permite direcionar melhor nossos pacientes no horário da realização de sua glicemia capilar, fornecendo subsídio para a otimização do controle metabólico de nossos pacientes.

Interessante ressaltar que, estudos publicados há mais de uma década já descreviam este fenômeno. Em 1989 (3), foram descritas anormalidades qualitativas e quantitativas na concentração da glicose e da insulina de pacientes diabéticos não insulino dependentes. Neste estudo, além da observação de que os níveis de glicemia eram mais elevados após o desjejum, também foram descritos níveis de insulinema mais elevados após o almoço. Em artigo mais recente (4), onde foi realizado monitoramento contínuo da glicose com o objetivo de determinar a prevalência e extensão das excursões glicêmicas em pacientes portadores de diabetes tipo 2 bem controlados, os valores médios da glicemia 2 horas após o desjejum também se mostraram mais elevados.

Novas pesquisas se fazem necessárias com o objetivo de conhecer melhor este fenômeno biológico, porém já traz mensagem importante para a nossa prática clínica, pois, devido a correlação com a hemoglobina glicada, vislumbra uma maior eficácia com menor ônus financeiro para o paciente portador de diabetes mellitus tipo 2.

 

REFERÊNCIAS

1. Sartori MS, Aragon FF, Padovani CR, Pimenta WP. Contribuição da glicemia pós-desjejum para o controle glicêmico do paciente com diabetes melito tipo 2. Arq Bras Endocrinol Metab 2006;50/1: 53-59.

2. Monnier L, Colette C, Rabasa-Lhoret R, Lapinski H, Caubel C, Avignon A, et al. Morning hyperglycemic excursions: a constant failure in the metabolic control of non-insulin-using patients with type 2 diabetes. Diabetes Care 2002;25:737-41

3. Calles-Escandon J, Jaspan J, Robbins DC. Posprandial oscillatory patterns of blood glucose and insulin in NIDDM. Abnormal diurnal insulin secretion patterns and glucose homeostasis independent of obesity. Diabetes Care 1989;12:709-14

4. Hay LC, Wilmshurst EG, Fulcher G. Unrecognized hypo- and hyperglycemia in well-controlled patients with type 2 diabetes mellitus: the results of continuous glucose monitoring.Diabetes Technol Ther 2003;5(1):19-26

 

 

Endereço para correspondência:
Vivian C.M. Ellinger
Instituto Estadual de Endocrinologia e Diabetes
Rua Moncorvo Filho 90 - Centro
20211-340 Rio de Janeiro, RJ
Fax: (21) 2221-7577
e-mail: vivianellinger@openlink.com.br

 

Federação Brasileira de Sociedades de Endocrinologia e Metabologia

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0004-27302006000100002&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~