Infecto-contagiosas/Epidemias - Globalização, iniqüidade e doença de Chagas
Esta página já teve 115.913.675 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.697 acessos diários
home | entre em contato
 

Infecto-contagiosas/Epidemias

Globalização, iniqüidade e doença de Chagas

19/05/2007

Cadernos de Saúde Pública

 

Cad. Saúde Pública v.23  supl.1 Rio de Janeiro  2007

ARTIGO ARTICLE

 

 

 

Globalization, inequity and Chagas disease

 

 

João Carlos Pinto Dias

Centro de Pesquisas René Rachou, Fundação Oswaldo Cruz, Belo Horizonte, Brasil

Correspondência

 

 


RESUMO

A doença de Chagas (tripanossomíase americana), apresenta múltiplos aspectos sócio-culturais e político-econômicos que envolvem questões de iniqüidade e globalização. São relações presentes tanto nos processos de produção da doença como nas possibilidades de sua prevenção e manejo. Apesar da pobreza da região, envolvendo questões de iniqüidade e globalização, a doença tem sido controlada em várias áreas, o que reforça a auto-estima dos países. Para o futuro, problemas e desafios podem ser esperados, principalmente em termos da assistência médica para os indivíduos já infectados e da sustentação de uma vigilância epidemiológica permanente. Ambos estes pontos dependem de um melhor desempenho dos sistemas nacionais de saúde, principalmente em termos de sua competência e da superação de situações de iniqüidade. Particularmente, tem cabido à comunidade científica e acadêmica latino-americana um papel de grande destaque na implementação e sustentação de políticas de controle da doença, que hoje evoluíram para estratégias de ação compartida entre países, o que pode significar importante avanço no contexto político da região.

Doença de Chagas; Controle de Doenças Transmissíveis; Ineqüidade Social


ABSTRACT

Chagas disease (American trypanosomiasis) bears a close relationship to multiple social and political aspects involving issues of globalization and inequity. Such relations concern the process of disease production and control in parallel with medical management. Despite the poverty in Latin America and various problems related to inequities and globalization, Chagas disease has been controlled in several areas, a fact that reinforces the countries' self-reliance. Several problems and challenges related to the disease can be expected in the future, mainly concerning medical care for already infected individuals and the sustainability of effective epidemiological surveillance. Both points depend heavily on improved performance by the national health systems, principally in terms of their efficiency and their capacity to overcome inequity. A particularly important role has been attributed to the Latin American scientific and academic community in the implementation and sustainability of efficient control policies. Control activities have now evolved towards internationally shared initiatives, a major new stride forward in the region's political context.

Chagas Disease; Communicable Disease Control; Social Inequity

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-311X2007001300003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 

 

 

 

 

IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~