Drogas/Vício - Saiba sobre o Yagé
Esta página já teve 114.068.570 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.849 acessos diários
home | entre em contato
 

Drogas/Vício

Saiba sobre o Yagé

30/06/2007

 

 

A planta Banisteriopsis caapi é uma trepadeira que cresce na Amazónia e produz uma droga conhecida pro vários nomes: para os índios brasileiros e colombianos ela é a caapi, enquanto no Peru, Bolívia e Equador ela é chamada de ayahuasca. Nos Andes ela tem o nome de yagé, e é obtida através da fervura das cascas recém-formadas da trepadeira caapi.

De acordo com a região, outras plantas psicoactivas podem ser misturadas ao preparo de caapi, como a datura, rica em alcalóides da beladona, e a Banisteriopsis rusbyana, que contém DMT (n,n dimethyltryptamine, um poderoso alucinógeno). Depois de fervido durante horas, o equivalente a um copo de beberagem contém cerca de 400 miligramas de alcalóides, o que, segundo pesquisadores norte-americanos, é quatro vezes superior à dose necessária a uma pessoa não habituada ao uso frequente da droga. Grandes quantidades de yagé podem causar morte por envenenamento.

O princípio activo do caapi, conhecido como harmina, pode ser extraído e transformado em cloreto de harmina, droga aspirada ou mascada para produzir os mesmos efeitos da beberagem.
Imediatamente após a ingestão de yagé, o usuário vomita; em seguida, começam os efeitos propriamente ditos: embriaguez acompanhada por alucinações e espoucar de luzes coloridas. Também pode ocorrer insónia, perda de coordenação e vertigens. À medida que os efeitos se intensificão, as alucinações entram num grau mais avançado e o usuário pode experimentar um aumento de visão nocturna e um desenvolvimento da energia psíquica, assim como uma estimulação dos sentidos sexuais. Um estudo realizado nos Estados Unidos afirma que "yagé em demasia pode transformar a mente num pesadelo de visões, acompanhadas por sentimentos .

A harmina produz efeitos e sensações semelhantes aos da mescalina, acrescidos de embriaguez. Afirma-se que a droga aumenta a percepção extra-sensorial, fazendo com que o usuário adquira a capacidade de prever eventos futuros.

Durante muito tempo o alcalóide harmina foi conhecido pelo nome de telepatina, isso por induzir fenómenos telemáticas. Alguns relatos asseguram que o yagé pode funcionar como estimulante sexual, além de poderoso alucinógeno. A droga produz, segundo um testemunho, "brilhantes flashes de luz na mente, ilusões de objectos ficando maiores e menores, vívidas alucinações e uma excepcional habilidade para enxergar na escuridão".

 

Fonte:

 

http://oficina.cienciaviva.pt/~pw020/g/yage.htm

 

 

 

IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos