Cardiologia/Coração/CirurgCardíaca - Tradução e validação para o português do Medication Regimen Complexity Index.
Esta página já teve 116.551.335 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.684 acessos diários
home | entre em contato
 

Cardiologia/Coração/CirurgCardíaca

Tradução e validação para o português do Medication Regimen Complexity Index.

15/11/2007

Arquivos Brasileiros de Cardiologia

 

Resumo

MELCHIORS, Ana Carolina, CORRER, Cassyano Januário e FERNANDEZ-LLIMOS, Fernando.  Arq. Bras. Cardiol., out. 2007, vol.89, no.4, p.210-218. ISSN 0066-782X.

FUNDAMENTO: A complexidade da farmacoterapia consiste de múltiplas características do regime prescrito, incluindo o número de diferentes medicações no esquema, o número de unidades de dosagem por dose, o número total de doses por dia e os cuidados na administração dos medicamentos. O Medication Regimen Complexity Index (MRCI) é um instrumento específico, validado e utilizado para medir a complexidade da farmacoterapia, desenvolvido originalmente em língua inglesa. OBJETIVO: Tradução transcultural e validação desse instrumento para o português do Brasil. MÉTODOS: Foi desenvolvido um estudo transversal envolvendo 95 pacientes com diabete do tipo 2 utilizando múltiplas medicações. O processo de validação teve início pela tradução, retrotradução e pré-teste do instrumento, gerando uma versão adaptada chamada Índice de Complexidade da Farmacoterapia (ICFT). Em seguida foram analisados parâmetros psicométricos, incluindo validade convergente, validade divergente, confiabilidade entre avaliadores e teste-reteste. RESULTADOS: A complexidade da farmacoterapia medida pelo ICFT obteve média de 15,7 pontos (desvio padrão = 8,36). O ICFT mostrou correlação significativa com o número de medicamentos em uso (r = 0,86; p < 0,001) e a idade dos pacientes (r = 0,28; p = 0,005). A confiabilidade entre avaliadores obteve correlação intraclasse igual a 0,99 (p < 0,001) e a confiabilidade teste-reteste obteve correlação de 0,997 (p < 0,001). CONCLUSÃO: Os resultados demonstraram que o ICFT apresenta bom desempenho de validade e confiabilidade, podendo ser utilizado como ferramenta útil na prática clínica e em pesquisas envolvendo análise da complexidade da terapia.

Palavras-chave : Quimioterapia [utilização/economia]; cooperação do paciente; diretrizes.

        · resumo em inglês     · texto em português | inglês     · pdf em português | inglês

 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0066-782X2007001600001&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos