alergia - Prevalência de sinais/sintomas sugestivos de sensibilização ao látex em profissionais de saúde.
Esta página já teve 117.146.306 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.642 acessos diários
home | entre em contato
 

alergia

Prevalência de sinais/sintomas sugestivos de sensibilização ao látex em profissionais de saúde.

16/11/2007

Revista Brasileira de Anestesiologia

Resumo

MATHIAS, Lígia Andrade da Silva Telles, BOTELHO, Marcos P F, OLIVEIRA, Laudinely M de et al. Rev. Bras. Anestesiol., mar./abr. 2006, vol.56, no.2, p.137-146. ISSN 0034-7094.

JUSTIFICATIVA E OBJETIVOS: As referências na literatura sobre reações aos derivados do látex têm aumentado significativamente nos últimos anos. Faltam, entretanto, dados do nosso país relativos à prevalência de sensibilização ao látex nos profissionais da área da saúde. O objetivo deste estudo foi avaliar a prevalência de sinais/sintomas sugestivos de sensibilização ao látex em profissionais da área da saúde. MÉTODO: Após aprovação pelo Comitê de Ética foram selecionados indivíduos pertencentes ao quadro da instituição: funcionários do Setor de Limpeza, Contabilidade e Divisão de Enfermagem do Centro Cirúrgico; Médicos da Cirurgia, Ginecologia, Obstetrícia, Anestesiologia, Unidade de Terapia Intensiva e Clínica Médica. Após consentimento informado, os indivíduos foram submetidos a um questionário sobre: idade, sexo, categoria profissional; tipo e tempo de contato profissional com derivados do látex; tipo de luva; sinais/sintomas sugestivos de sensibilização ao látex dentro e fora do ambiente hospitalar; sinais/sintomas sugestivos de atopia e de alergia a alimentos. RESULTADOS: Foram avaliados 326 questionários (193 mulheres e 133 homens, com idade entre 30 e 73 anos). Setenta e cinco por cento dos entrevistados apresentaram até 10 anos de tempo na profissão. A prevalência dos sinais/sintomas sugestivos de sensibilização ao látex dentro do ambiente hospitalar em relação aos grupos compostos pelos funcionários do Setor de Contabilidade (não expostos a derivados do látex no ambiente de trabalho) e o restante dos indivíduos (expostos a derivados do látex no ambiente de trabalho) mostrou diferença significativa (p < 0,001). A porcentagem de sinais/sintomas sugestivos de sensibilização ao látex no ambiente hospitalar foi maior nos indivíduos com maior tempo médio de uso de luvas por dia. CONCLUSÕES: Este estudo mostrou maior prevalência de sinais/sintomas sugestivos de sensibilização ao látex entre os profissionais expostos aos derivados do látex em ambiente hospitalar e com maior tempo de contato com luvas de qualquer tipo. Assim, torna-se clara a necessidade de se prosseguir esta pesquisa, para confirmação laboratorial da sensibilização ao látex, assim como propor à Instituição a adoção de medidas de prevenção da sensibilização ao látex. Deve haver conscientização de que profissionais da área da saúde constituem uma população de risco para alergia aos derivados do látex.

Palavras-chave : ALERGIA [látex]; DOENÇAS [ocupacional]; HIPER-SENSIBILIDADE [látex].

        · resumo em inglês | espanhol     · texto em português | inglês     · pdf em português | inglês

 

Sociedade Brasileira de Anestesiologia

 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0034-70942006000200005&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt




IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos