alergia - A presença de infecções respiratórias e crises de asma está associada à atopia dos pais
Esta página já teve 117.109.806 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.646 acessos diários
home | entre em contato
 

alergia

A presença de infecções respiratórias e crises de asma está associada à atopia dos pais

20/11/2007

Sao Paulo Medical Journal

 

 

Resumo

RIBEIRO, Sandra Aparecida, FURUYAMA, Tatiana, SCHENKMAN, Simone et al. Atopy, passive smoking, respiratory infections and asthma among children from kindergarten and elementary school. Sao Paulo Med. J., jul./ago. 2002, vol.120, no.4, p.109-112. ISSN 1516-3180.

CONTEXTO: Foi demonstrado que crianças de pais fumantes estão mais predispostas a infecções respiratórias e asma. OBJETIVO: Estudar a associação de infecções respiratórias e crises de asma em crianças de quatro a nove anos de idade, matriculadas em uma escola que funciona como pré-escola e 1o. grau em São Paulo, Capital, nos meses de maio a julho de 1996, com presença de atopia, exposição ao fumo passivo e tempo de permanência na escola (parcial ou integral). TIPO DE ESTUDO: Estudo descritivo. LOCAL: Pré-escola e de primeiro grau da Universidade Federal de São Paulo. CASUÍSTICA: 183 crianças, sendo 104 meninos e 79 meninas, entre 4 e 9 anos. VARIÁVEIS ESTUDADAS: Foi administrado um questionário contendo 31 questões aos responsáveis pelas crianças e realizados 88 testes cutâneos de alergia para inalantes, nas crianças cujos pais haviam fornecido consentimento prévio. RESULTADOS: Do total de crianças, 51% tiveram infecções respiratórias nos últimos três meses e 25,7% eram asmáticas, sendo que 52,1% delas tiveram uma ou mais crises nos últimos três meses. As crianças expostas à fumaça de cigarro no domicílio não tiveram mais infecções respiratórias e crises de asma que as não-expostas. A positividade a dois ou mais testes cutâneos de alergia não se correlacionou significantemente à presença de infecções respiratórias e crises de asma nas crianças estudadas, embora tenha havido associação estatisticamente significante entre pais com história de atopia e filhos com mais infecções respiratórias e/ou crises de asma, assim como pais com história de atopia e filhos com menor exposição à fumaça de cigarro. As crianças com permanência em tempo integral na escola não tiveram maior ocorrência de infecções respiratórias e crises de asma. CONCLUSÃO: A presença de infecções respiratórias e crises de asma está associada à atopia dos pais, mas não à presença de positividade a dois ou mais testes cutâneos de alergia nas crianças. Por outro lado, a presença de infecções respiratórias e crises de asma não estiveram associadas com exposição passiva à fumaça de cigarro no domicílio e com tempo de permanência na escola.

Palavras-chave : Infecções respiratórias; Asma; Crianças; Fumo passivo; Alergia.

        · resumo em inglês     · texto em inglês     · pdf em inglês

 

 

 

Associação Paulista de Medicina

 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1516-31802002000400004&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos