Medicina Esportiva/Atividade Física - Atividade física como grande aliada no tratamento e prevenção da osteoporose
Esta página já teve 114.617.843 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.786 acessos diários
home | entre em contato
 

Medicina Esportiva/Atividade Física

Atividade física como grande aliada no tratamento e prevenção da osteoporose

25/03/2008

Medicina Esportiva

 


A osteoporose atinge, principalmente, as mulheres após a menopausa, causando a porosidade dos ossos devido à perda da proteção, mas também atinge os homens. Segundo as conclusões de um seminário publicadas pela revista médica britânica The Lancet, o número estimado de fraturas de quadril devido à osteoporose aumentará mundialmente de 1,7 milhão, em 1990, para 8,2milhões, em 2050.

Segundo o ortopedista Marcello Serrão, a osteoporose é uma doença metabólica do osso, que o enfraquece por provocar perda de sua massa. Tudo isso facilita a ocorrência de fraturas.

Apesar de não existir cura para a doença, há prevenção. Especialistas recomendam uma dieta alimentar balanceada,  rica em cálcio, com alimentos como peixe, leite, couve, brócolis e feijão. Além desses cuidados, são essenciais a prática de exercícios físicos regulares e  o  banho de sol. "O melhor é uma vida saudável: praticar atividade física regularmente, evitar excesso de consumo de café e não fumar", indica  Dr. Marcello.

 

A atividade física aumenta a força muscular sobre os ossos, sendo um estímulo fundamental para a manutenção e o aumento da massa óssea. Os exercícios físicos devem ser realizados de forma regular três vezes por semana, com intervalo entre as sessões de 24 a 48 horas. É muito importante que esses exercícios sejam realizados com o paciente suportando o seu próprio peso, em função da força que os músculos exercem sobre os ossos da coluna e dos membros inferiores. A massa óssea é relacionada à ação da musculatura sobre o osso, deste modo, exercícios gravitacionais são mais efetivos. Um programa ideal de atividade física deve ter exercícios aeróbios de baixo impacto, exercícios de fortalecimento muscular, a fim de diminuir a incidência de quedas. Os exercícios com pesos leves aumentam a massa muscular e a força dos músculos esqueléticos.  Dr. Marcello lembra que a diminuição da força do quadríceps é um risco para ocorrência de fraturas do quadril.

 "O benefício primário da atividade física é evitar a perda óssea que ocorre com a inatividade, o que de certa maneira pode reduzir o risco de fraturas. Entretanto,  não pode ser recomendada como substituta do tratamento medicamentoso apropriado ", recomenda o médico.

O tratamento da osteoporose, de acordo com Serrão, começa por uma vida saudável. Outra dica do médico é estar atento à osteopenia (estágio pré-osteoporose), se cuidar e aumentar a ingestão de cálcio. O diagnóstico pode ser feito através de exames anuais, recomendados a partir dos 40 anos, que medem a altura. Esse método permite a detecção do início do processo de perda óssea, que deve ser comprovado por um exame específico: a densitometria óssea.

 

Breve perfil Dr. Marcello Ganem SerrãoDiretor do Centro Ortopédico Orto-Plus (Taquara, RJ), Membro da Sociedade Brasileira de Ortopedia e da Brasileira de Cirurgia do Joelho, Membro do Comitê de Joelho da SBOT – RJ, o médico atua há dez anos em cirurgias do joelho. Especialista em medicina do esporte. O ortopedista Marcelo Serrão atende no centro do Rio de Janeiro e em Jacarepaguá.

 

Centro:

* Rua da Assembléia, 10 / 25º andar / 2511 RJ

 

Orto-Plus:

 * Rua Atituba, 272 – Taquara- Jacarepaguá- RJ

 carvalho.gab@gmail.com

 

DR.MARCELLO SERRÃO

```````````````````````````````````````

Tel: 21.2112-4631 / 8107-5661 

 

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos