Medicina Esportiva/Atividade Física - Caso de ruptura parcial do músculo peitoral
Esta página já teve 117.274.919 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.627 acessos diários
home | entre em contato
 

Medicina Esportiva/Atividade Física

Caso de ruptura parcial do músculo peitoral

28/04/2008



História clínica: praticante de musculação, 21 anos, com dor no ombro há 4 meses.

Paciente refere que a dor se iniciou durante exercício de crucifixo, mas que piorou subitamente durante exercício de supino, com mais de 100 kg de peso. Nega uso de esteróides anabolizantes.

Hipótese diagnóstica: ruptura muscular e mialgia

Exame solicitado: ressonância magnética da região peitoral esquerda

Paciente encaminhCo-autoria: Dr. Christian Munia Viertler

Ressonância magnética da região peitoral esquerda, cortes coronais (anterior para posterior), sequência T2 FS (a, b)

(a) Irregularidade dos contornos da margem distal da cabeça esterno-costal do músculo peitoral maior.

Cabeça clavicular do músculo peitoral maior preservada (entre setas).

a.

(b) Retração medial do músculo, com coleção líquida (hematoma) no intervalo.


Figura da anatomia do músculo peitoral maior
(imagem: http://www.rad.washington.edu)

b.
Ressonância magnética da região peitoral esquerda, cortes transversais, sequência T2 FS (c, d)

(c) Significativa irregularidade das margens da cabeça esterno-costal do músculo peitoral maior, que se apresenta retraída em cerca de 5 cm.

Coleção líquida (hematoma) adjacente.
c.

(d) Detalhe demonstrando preservação da porção distal do tendão peitoral maior (seta) e sua inserção no úmero.

d.
Ressonância magnética da região peitoral esquerda, corte sagital, sequência T2 FS (e)

(e) Descontinuidade parcial das fibras da cabeça esterno-costal do músculo peitoral maior.
e.

Diagnóstico: Ruptura parcial da cabeça esterno-costal do músculo peitoral maior, com retração e hematoma.

Comentários:

lesões musculares no músculo peitoral maior estão relacionadas à prática de musculação e geralmente ocorrem durante o exercício de supino. Também está relacionada ao uso de anabolizantes esteróides. As lesões podem ser parciais ou completas e podem ocorrer no ventre muscular, na transição mio-tendinosa ou por desinserção completa do tendão, no úmero.

Dica: para melhor avaliação, deve-se solicitar RM de hemitórax, do que RM de ombro.

Artigos sugeridos:

Ruptura do músculo peitoral maior em atletas. Ejnisman B, Andreoli CV, Pochini AC, Carrera EF, Abdalla RJ, Cohen M. Rev Bras Ortop, vol. 37, nos. 11/12, Nov/Dez, 2002.

Exact moment of tendon of pectoralis major muscle rupture captured on video. Pochini AC, Ejnisman B, Andreoli CV, Monteiro GC, Fleury AM, Faloppa F, Cohen M, Albertoni WM. Br J Sports Med. 2007; 41: 618-619.

Dr. Milton Luiz Miszputen

 

 

 

Do excelente site de Radiologia Esportiva:

 

Radiologia do Esporte

http://www.milton.com.br/esporte/casos/caso_70.htm

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos