Stress/estresse - Estresse ocupacional e saúde: contribuições do Modelo Demanda-Controle
Esta página já teve 113.943.636 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.866 acessos diários
home | entre em contato
 

Stress/estresse

Estresse ocupacional e saúde: contribuições do Modelo Demanda-Controle

28/04/2008

Ciência& Saúde Coletiva

 

Ciênc. saúde coletiva vol.8 no.4 Rio de Janeiro  2003

doi: 10.1590/S1413-81232003000400021 

ARTIGO ARTICLE

 

 

 

Occupational stress and health: contributions of the Demand-Control Model

 

 

Tânia Maria de Araújo; Cláudia Cerqueira Graça; Edna Araújo

Núcleo de Epidemiologia, Departamento de Saúde, Universidade Estadual de Feira de Santana. Av. Universitária s/no, Sexto Módulo, Km 03, BR 116, Campus Universitário, 44031-460, Feira de Santana BA. araujotania@hotmail.com

 

 


RESUMO

Nos últimos anos registra-se marcado esforço de construção de modelos teórico-metodológicos para avaliar características do trabalho e efeitos à saúde dos trabalhadores. Dentre os modelos propostos, o Modelo Demanda-Controle tem alcançado destaque. Esse modelo recorta duas dimensões no ambiente laboral: as demandas psicológicas e o controle do trabalhador sobre o próprio trabalho. O Job Content Questionnaire (JCQ) é o instrumento proposto para medir essas dimensões do trabalho. Este estudo objetiva apresentar as bases teóricas e metodológicas do modelo demanda-controle, e discutir sua capacidade para identificar diferentes situações de trabalho no contexto brasileiro, a partir do uso do JCQ. Achados preliminares de dois estudos epidemiológicos, de corte transversal, são apresentados e discutidos. Os estudos avaliaram aspectos psicossociais do trabalho, utilizando o JCQ, e a saúde mental dos trabalhadores, usando o SRQ-20. Os resultados apontaram boa capacidade do modelo demanda-controle para identificar diferentes situações de risco à saúde mental dos trabalhadores. Aspectos relacionados à demanda psicológica do trabalho estavam mais fortemente associados a elevadas prevalências de distúrbios psíquicos menores do que os aspectos referentes ao controle.

Palavras-chave: Modelo demanda-controle, Saúde mental, Job Content Questionnaire, Estresse


ABSTRACT

In the last years, strong efforts have been made to construct theoretical and methodological models that evaluate work characteristics and health effects in occupational groups. Among the proposed models, the Demand-Control Model has had a worldwide use. This model identifies two job dimensions in the work situation: psychological job demand and job control. The Job Content Questionnaire (JCQ) has been proposed as an instrument for measuring these work dimensions. This study aim to present the theoretical and methodological bases of the Demand-Control Model and to discuss this model capability to identify different work situations in the Brazilian context, using the JCQ. Preliminary results from two cross-sectional epidemiological studies are presented and discussed in this article. These studies evaluated work psychosocial aspects, using the JCQ, and mental health, using the SRQ-20. The results indicated a good model capability to identify different risk situations for workers' mental health. Aspects related to psychological demand were much strongly associated with high prevalence of minor psychological distress than the aspects related to control.

Key words: Demand-Control Model, Mental health, Job Content Questionnaire, Stress

 

http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1413-81232003000400021&script=sci_arttext&tlng=es

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos