Infecto-contagiosas/Epidemias - A urbanização da leishmaniose tegumentar americana no município de Campinas
Esta página já teve 114.650.862 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.781 acessos diários
home | entre em contato
 

Infecto-contagiosas/Epidemias

A urbanização da leishmaniose tegumentar americana no município de Campinas

21/06/2008

Anais Brasileiros de Dermatologia

 

Resumo

SILVA, Lúcia Mensato Rebello da e CUNHA, Paulo Rowilson. A urbanização da leishmaniose tegumentar americana no município de Campinas - São Paulo (SP) e região: magnitude do problema e desafios. An. Bras. Dermatol., nov./dez. 2007, vol.82, no.6, p.515-519. ISSN 0365-0596.

FUNDAMENTOS - A leishmaniose tegumentar americana ocupa o segundo lugar entre as protozoonoses por vetores no Brasil. OBJETIVOS - Descrever a distribuição da doença na macrorregião de Campinas-SP e identificar as principais dificuldades em sua prevenção. MÉTODOS - A área estudada abrange 42 municípios. Os dados foram coletados no Sistema Nacional de Agravos e de Notificação do Grupo de Vigilância Epidemiológica, de 1998 a 2004, da Superintendência de Controle de Endemias, do Centro de Zoonoses e foi feita revisão da literatura. RESULTADOS - Foram registrados 458 casos, de caráter endêmico e com maior ocorrência em Campinas e Jundiaí. A doença predominava na área urbana (57%), no sexo masculino (62%) e acometia todas as faixas etárias. As espécies vetoras encontradas foram Lutzomyia intermedia sl, L. neivai, L. migonei, L. whitmani, L. fisheri, e L. pessoai. CONCLUSÕES - A leishmaniose tegumentar está distribuída amplamente na região (81% dos municípios estudados) e predominava na área urbana (57%). As dificuldades encontradas em seu controle foram a crescente adaptação do vetor ao peridomicílio, a multiplicidade dos fatores envolvidos na transmissão e a resposta insuficiente às medidas de controle atuais. O acompanhamento do ambiente e da doença, o diagnóstico e o tratamento precoces, a notificação compulsória e o seguimento dos casos, além de investimento em pesquisas, campanhas e ações diretas junto aos pacientes são importantes para o controle da doença.

Palavras-chave : Epidemiologia; Leishmaniose mucocutânea; Psychodidae; Zoonoses.

        · resumo em inglês     · texto em português     · pdf em português

              Sociedade Brasileira de Dermatologia

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0365-05962007000600003&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 

 




IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos