Cardiologia/Coração/CirurgCardíaca - Doença arterial obstrutiva periférica - novas perspectivas de fatores de risco
Esta página já teve 115.919.017 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.699 acessos diários
home | entre em contato
 

Cardiologia/Coração/CirurgCardíaca

Doença arterial obstrutiva periférica - novas perspectivas de fatores de risco

25/06/2008
Revista Paraense de Medicina
ISSN 0101-5907 versão impressa

 


Rev. Para. Med. v.21 n.2 Belém jun. 2007

®carregue o artigo em formato PDF

 
Como citar este artigo

ATUALIZAÇÃO/REVISÃO

 

Doença arterial obstrutiva periférica - novas perspectivas de fatores de risco1

 

Peripheral vascular disease: new perspectives of risk factors

 

 

Silvestre Savino NetoI; José Luis Martins do NascimentoII

IProfessor Adjunto Mestre da Faculdade de Medicina /ICS/ Disciplina MGA II / Cirurgia Vascular da Universidade Federal do Pará
IIProfessor Adjunto Doutor. Diretor do Instituto de Ciências Biológicas da Universidade Federal do Pará. Chefe do Laboratório de Neuroquímica do CCB da UFPA

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

OBJETIVO: a Doença Arterial Obstrutiva Periférica (DAOP) apresenta uma prevalência de 10 a 25% na população acima de 55 anos, com risco aumentado de morte por doença cardiovascular. Este estudo objetiva fazer uma atualização dos principais fatores de risco da doença, dos marcadores inflamatórios, bem como dos estados de hipercoagulabilidade, com a finalidade de demonstrar a importância do seu diagnóstico precoce para o seu tratamento e prognóstico das doenças vasculares de outros territórios.
MÉTODO: revisão bibliográfica na base de dados internacionais Medline, LILACS, selecionando os estudos epidemiológicos de ciência básica e estudos com evidência clínica.
CONCLUSÃO: a doença arterial periférica é uma doença arteriosclerótica sistêmica, com elevada morbidade e mortalidade, mas ainda pouco diagnosticada e tratada. A idade avançada, o tabagismo e o diabetes são os seus principais fatores de risco. O grande avanço da biologia celular e molecular na determinação de índices de inflamação e dos estados de hipercoagulabilidade na DAOP, poderá nos fornecer respostas para o seu desenvolvimento, manuseio e novas estratégias de prevenção.

Descritores: doença vascular periférica, epidemiologia, arteriosclerose.


SUMMARY

OBEJECTIVE: The Peripheral Vascular Disease (PVD) presents 10 to 25% prevalence in the over 55-year-old population, with increased death risk due to cardiovascular disease. This study aims at updating the main risk factors of the disease, the inflammatory indicators and the states of hypercoagulability, with the purpose of demonstrating the importance of the precocious diagnostic for its treatment as well as for the prognostic of vascular diseases in other territories.
METHOD: Going through bibliographic review on the topic, consulting the international database Medline, LILACS, selecting the epidemiologic studies, basic science and clinical evidence studies.
COCLUSION: the peripheral vascular disease is an atherosclerotic systemic disease, associated to high morbidity and mortality however, still scarcely diagnosed and treated. The advanced age, smoking and diabetes are its main risk factors. The great advance in the cellular and molecular biology fields in determining inflammatory index and states of hypercoaguability in PVD shall provide us with answers towards its development, management and new preventive strategies.

Key words: peripheral vascular disease, epidemiology, atherosclerosis.

 

http://scielo.iec.pa.gov.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0101-59072007000200007&lng=pt&nrm=iso

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~