alergia - Leia: Efeito da Imunoterapia de Ácaros da Poeira Doméstica nas Células T Produtoras do Fator de Crescimento Transformador beta1 em Crianças Asmáticas
Esta página já teve 115.785.700 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.700 acessos diários
home | entre em contato
 

alergia

Leia: Efeito da Imunoterapia de Ácaros da Poeira Doméstica nas Células T Produtoras do Fator de Crescimento Transformador beta1 em Crianças Asmáticas

04/08/2008

 

 

 



 

Evidências recentes sugerem que as células T reguladoras (células Treg) e as citocinas imunossupressivas, tais como fator de crescimento transformador b1 (TGF-b1) e interleucina 10 (IL-10), podem ter um papel na imunoterapia alérgeno-específica clinicamente efetiva. Este estudo, recentemente publicado na revista Annals of Allergy, Asthma and Immunology, foi realizado com o objetivo de avaliar o efeito da imunoterapia específica na indução de células Treg em crianças alérgicas ao ácaro da poeira doméstica e na expressão de marcadores específicos de células Treg (proteína 4 associada ao linfócito T citotóxico [CTLA-4], IL-10 e TGF-b1).

 

Neste estudo aberto não controlado, a porcentagem de células Treg CD4+ do sangue periférico (CD69-CD45RO+CTLA-4+ e CD3+CD4+CD25+FOXP3+) e a expressão de moléculas associadas com suas funções (CTLA-4, TGF-b1 e IL-10) foram analisadas utilizando citometria de fluxo em 16 crianças alérgicas ao ácaro da poeira doméstica antes e com três e 12 meses de imunoterapia específica subcutânea. Também foram determinadas as variáveis clínicas, tais como escore de sintomas, requisição de medicamentos, volume expiratório forçado no primeiro segundo, taxa de pico de fluxo expiratório e níveis de IgE séricos. Dez crianças saudáveis foram incluídas como controle.

 

Todas as variáveis clínicas melhoraram durante a imunoterapia. A porcentagem de células Treg CD4+CD25+CD69-CD45RO+ permaneceu inalterada. A porcentagem de células Treg expressando CTLA-4+ aumentou temporariamente após três meses de imunoterapia, enquanto que a porcentagem de células Treg FOXP3+ não foi alterada após um ano de imunoterapia. Os níveis de células IL-10+ diminuíram temporariamente após três meses de imunoterapia. Quatro crianças que necessitaram da administração por inalação de propionato de fluticasona para piora significativa de sintomas não tiveram aumento estatisticamente significativo nas células T secretoras de TGF-b1 em 12 meses de imunoterapia específica, em contraste com 12 crianças sem tratamento com corticosteróide inalado.

 

Os autores concluíram que o aumento de células T positivas para TGF-b1 somente em crianças sem piora significativa de sintomas que requer um tratamento com corticosteróide inalado limita a utilidade de TGF-b1 no monitoramento da resposta à imunoterapia com alérgenos.

Uma resenha de Effect of house dust mite immunotherapy on transforming growth factor â1-producing T cells in asthmatic children - Annals of Allergy, Asthma and Immunology; 2008; 100(4): 314-322


Fonte:

 

http://www.endoclub.com.br/materias/3601-3700/3656.html

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~