alergia - A Dermatite atópica: implicações clínicas de avanços recentes na patogênese
Esta página já teve 116.588.810 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.680 acessos diários
home | entre em contato
 

alergia

A Dermatite atópica: implicações clínicas de avanços recentes na patogênese

12/12/2008

Anais Brasileiros de Dermatologia

 

Resumo

SEHRA, Sarita et al. Dermatite atópica: implicações clínicas de avanços recentes na patogênese. An. Bras. Dermatol. [online]. 2008, vol. 83, no. 1, pp. 57-73. ISSN 0365-0596.

A dermatite atópica é uma doença cutânea inflamatória crônica cuja prevalência tem aumentado de forma constante, afetando 10-20% dos lactentes e 1-3% dos adultos em todo o mundo. Ela é freqüentemente a primeira manifestação clínica de doença atópica, precedendo a asma e a rinite alérgica. Provavelmente metade das crianças com dermatite atópica desenvolvem alguma outra forma de doença atópica em outras fases da vida. A patogenia envolve uma interação complexa entre fatores que incluem predisposição genética devido a uma função alterada da barreira cutânea ou imunológica, interações com o ambiente, tais como exposição a alimentos e alergenos, e desencadeadores infecciosos de inflamação. Nesta revisão, resumimos os avanços recentes na compreensão da contribuição de diferentes fatores à fisiopatologia da dermatite atópica e como os novos conhecimentos proporcionam novo potencial terapêutico.

Palavras-chave : Asma; Ceratinócitos; Dermatite atópica; Eczema; Eosinófilos; Genética; Imunoglobulina E; Linfócitos T; Rinite.

        · resumo em inglês     · texto em inglês     · pdf em inglês

 

 

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0365-05962008000100009&lng=pt&nrm=iso&tlng=pt

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos