Drogas/Vício - Diretrizes para o tratamento de pacientes com síndrome de dependência de opióides no Brasil
Esta página já teve 115.795.112 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.702 acessos diários
home | entre em contato
 

Drogas/Vício

Diretrizes para o tratamento de pacientes com síndrome de dependência de opióides no Brasil

24/01/2009

Revista Brasileira de Psiquiatria

 

Rev. Bras. Psiquiatr. vol.26 no.4 São Paulo Dec. 2004

doi: 10.1590/S1516-44462004000400011 

REVISÃO

 

Diretrizes para o tratamento de pacientes com síndrome de dependência de opióides no Brasil

 

 

Danilo Antonio BaltieriI, II; Eric C StrainIII; João Carlos DiasIV; Sandra ScivolettoI; André MalbergierI; Sérgio NicastriV; Cláudio JerônimoVI; Arthur Guerra de AndradeI, II

IGrupo de Estudos Interdisciplinar sobre Álcool e Drogas do Instituto de Psiquiatria do Hospital de Clínicas da Universidade de São Paulo
IIFaculdade de Medicina do ABC - Brasil
IIIJohns Hopkins University, School of Medicine
IVAssociação Brasileira de Psiquiatria (ABP) - Departamento de Dependência Química
VHospital Albert Einstein - São Paulo - Brasil
VIUniversidade Federal de São Paulo (UNIFESP) - UNIAD - Brasil

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

Existe uma prevalência relativamente baixa do uso de ópioides no Brasil, em particular envolvendo o uso não médico da codeína e de xaropes que contêm opióides. No entanto, a síndrome de dependência apresenta um significativo impacto total na mortalidade e morbidade. Nos últimos 20 anos, o avanço científico tem modificado nosso entendimento sobre a natureza da adição aos opióides e os variados tratamentos possíveis. A adição é uma doença crônica tratável se o tratamento for realizado e adaptado tendo em vista as necessidades do paciente específico. Há, de um fato, um conjunto de tratamentos que podem efetivamente reduzir o uso da droga, ajudar a gerenciar a fissura pela droga, prevenir recaídas e recuperar as pessoas para o funcionamento social produtivo. O tratamento da dependência de drogas será parte de perspectivas de longo prazo do ponto de vista médico, psicológico e social.
Esta diretriz almeja fornecer um guia para os psiquiatras e outros profissionais de saúde que tratam de pacientes com Síndrome de Dependência de Opióides. Ela tece comentários sobre o tratamento somático e psicossocial que é utilizado nesses pacientes e revisa as evidências científicas e seu poder. Da mesma forma, os aspectos históricos, epidemiológicos e neurobiológicos da dependência de opióides são revisados.

Descritores: Entorpecentes; Transtornos relacionados ao uso de opióides/terapia; Transtornos relacionados ao uso de substâncias/terapia; Diretrizes para a prática clínica.

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1516-44462004000400011&nrm=iso&tlng=pt

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~