Neurologia/Neurociências - Investigação neurorradiológica de pacientes com deficiência idiopática de hormônio do crescimento
Esta página já teve 116.536.817 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.681 acessos diários
home | entre em contato
 

Neurologia/Neurociências

Investigação neurorradiológica de pacientes com deficiência idiopática de hormônio do crescimento

19/02/2009

Jornal de Pediatria

 

J. Pediatr. (Rio J.) vol.80 no.3 Porto Alegre May/June 2004

doi: 10.1590/S0021-75572004000400011 

ARTIGO ORIGINAL

 

Investigação neurorradiológica de pacientes com deficiência idiopática de hormônio do crescimento

 

 

Maria Alice N. BordalloI; Leandro D. TellermanII; Rodrigo BosignoliIII; Fernando F. R. M. OliveiraIII; Fernanda M. GazollaIV; Isabel R. MadeiraV; José Fernando C. ZanierVI; Jodélia L. M. HenriquesVII

IProfessora adjunta, Unidade Docente Assistencial de Endocrinologia, Hospital Universitário Pedro Ernesto, Faculdade de Ciências Médicas, Universidade do Estado do Rio de Janeiro (HUPE-UERJ). Coordenadora do Setor de Endocrinologia Pediátrica, HUPE-UERJ, Rio de Janeiro, RJ
IIEx-interno da Unidade Docente Assistencial de Endocrinologia, HUPE-UERJ, Rio de Janeiro, RJ
IIIBolsistas UERJ-PIBIC (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica), Rio de Janeiro, RJ
IVMédica da Unidade Docente Assistencial de Endocrinologia, UERJ-PIBIC, Rio de Janeiro, RJ
VProfessora assistente de Pediatria, Faculdade de Ciências Médicas, e da Unidade Docente Assistencial de Endocrinologia, HUPE-UERJ, Rio de Janeiro, RJ
VIProfessor adjunto de Radiologia, Unidade Docente Assistencial de Radiologia, HUPE-UERJ, Rio de Janeiro, RJ
VIIProfessora adjunta e chefe da Unidade Docente Assistencial de Endocrinologia, HUPE-UERJ, Rio de Janeiro, RJ

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

OBJETIVO: Avaliar a freqüência e os tipos de alterações observadas à tomografia computadorizada e ressonância magnética em pacientes com deficiência aparentemente idiopática de hormônio do crescimento e investigar a possível relação entre imagem neurorradiológica e presença de deficiência isolada e múltipla de hormônio do crescimento.
MÉTODOS: Realizamos tomografia computadorizada e ressonância magnética da região hipotálamo-hipofisária em 37 pacientes com deficiência de hormônio do crescimento. Os pacientes foram divididos em deficiência isolada de hormônio do crescimento (Grupo A) e deficiência múltipla de hormônio do crescimento (Grupo B).
RESULTADOS: A tomografia computadorizada foi normal em 25 (68%) e alterada em 12 (32%) pacientes. Observamos sela vazia em 50% dos pacientes, parcialmente vazia em 17% e hipoplasia hipofisária em 33%. Não observamos diferença entre o percentual de alterações à tomografia computadorizada entre os Grupos A e B (p = 0,55). A ressonância magnética foi normal em 17 (46%) e alterada em 20 (54%) pacientes. À ressonância magnética, observamos sela vazia em 10%, parcialmente vazia em 15% e hipoplasia hipofisária em 75% dos pacientes. Entre os pacientes com ressonância magnética alterada, 70% apresentavam neuro-hipófise ectópica, e em 60% a haste hipofisária estava afilada ou ausente. Os pacientes do Grupo B apresentaram maior percentual de alterações à ressonância magnética quando comparados aos do Grupo A (p = 0,03). Houve discordância entre tomografia computadorizada e ressonância magnética em 43%; entretanto, não observamos diferença no percentual de anormalidades quando comparamos tomografia computadorizada e ressonância magnética (p = 0,06).
CONCLUSÃO: A hipoplasia hipofisária e a neuro-hipófise ectópica são as alterações mais encontradas em pacientes com deficiência de hormônio do crescimento. A associação de hipoplasia hipofisária com outras anormalidades observadas à ressonância magnética pode sugerir a presença de deficiência múltipla de hormônio do crescimento.

Deficiência de hormônio do crescimento, ressonância magnética, tomografia computadorizada, neuro-hipófise ectópica, hipoplasia hipofisária.

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0021-75572004000400011

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos