Drogas/Vício - Sintomas depressivos e o uso de substâncias psicoativas durante a vida em adolescentes
Esta página já teve 115.067.949 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.734 acessos diários
home | entre em contato
 

Drogas/Vício

Sintomas depressivos e o uso de substâncias psicoativas durante a vida em adolescentes

27/08/2009

Rev. bras.ter. cogn. v.2 n.1 Rio de Janeiro jun. 2006

 

ARTIGOS

 

Sintomas depressivos e o uso de substâncias psicoativas durante a vida em adolescentes

 

Depressive symptoms and the use of psychoactive substances by adolescents during life

 

 

Tânia Moraes Ramos Andrade I; Irani Iracema De Lima Argimon II

I Psicóloga, mestre em Psicologia Clínica pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
II Psicóloga, professora Titular do Programa de Pós-Graduação da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, doutora em Psicologia

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

Introdução: A depressão é um dos transtornos psiquiátricos mais comuns da adolescência. Nos quadros depressivos, é freqüente a ocorrência de comorbidades psiquiátricas, tais como o uso abusivo de substâncias psicoativas. Objetivo: investigar a associação entre sintomas depressivos e o uso de substâncias psicoativas em adolescentes. O grupo estudado é composto por estudantes do ensino médio de escolas privada e pública de porto alegre-rs. Método: trata-se de um estudo com delineamento transversal, com amostra por conveniência de 706 adolescentes. Os instrumentos utilizados foram: uma ficha dos dados sócio-demográficos, informações sobre o uso de substâncias psicoativas e o inventário de depressão de Beck (BDI). Resultados: 28% dos participantes da pesquisa apresentaram sintomas depressivos. OS adolescentes que fizeram uso de álcool, tabaco, cocaína ou outras substâncias apresentaram mais sintomas depressivos do que os que não as utilizaram (t = 2,248, p = 0,025). Conclusão: observa-se que a prevalência de sintomas depressivos nesta amostra é alta e similar a outros estudos com adolescentes. a associação entre o conhecimento da presença de sintomas depressivos nos adolescentes e o uso de substâncias psicoativas pode contribuir para a implantação de programas voltados para essa clientela, visando à prevenção em seus três níveis: primário, secundário e terciário.

Palavras-chave: Adolescência, Sintomas depressivos, Substâncias psicoativas.


ABSTRACT

Introduction: Depression is amongst the most common psychiatric disorders during adolescence, being psychiatric comorbidities such as the abuse of psychoactive substances, frequently observed in depressive cases. Objective: Investigating the association between depressive symptoms and the use of psychoactive substances in adolescents, that is, private and public High School students in Porto Alegre-RS. Method: It is a cross-sectional study, using sample by convenience, of 706 school adolescents. The instruments used were a social and demographic information sheet, information on the use of psychoactive substances, and Beck’s Depression Inventory (BDI). Results: 28% of the participants presented depressive symptoms. The adolescents who used alcohol, tobacco, cocaine or other substances, presented more depressive symptoms than the ones who did not use them (t=2,248 p=0,025). Conclusion: It has been observed that the prevalence of depressive symptoms in this sample is high and similar to the ones found in other studies on adolescents. The knowledge of the presence of depressive symptoms and the association with the use of psychoactive substances may contribute for establishing programs focused on this group, in order to prevent such symptoms, along its three levels: primary, secondary and tertiary.

Keywords: Adolescence, Depressive symptoms, Psychoactive substances.


http://pepsic.bvs-psi.org.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1808-56872006000100010&lng=pt&nrm=iso

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos