alergia - Reações cutâneas graves adversas a drogas - aspectos relevantes ao diagnóstico e ao tratamento - Parte I -
Esta página já teve 115.775.329 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.704 acessos diários
home | entre em contato
 

alergia

Reações cutâneas graves adversas a drogas - aspectos relevantes ao diagnóstico e ao tratamento - Parte I -

17/11/2009

Anais Brasileiros de Dermatologia

 

An. Bras. Dermatol. vol.79 no.4 Rio de Janeiro July/Aug. 2004

doi: 10.1590/S0365-05962004000400009 

ARTIGO DE REVISÃO

 

Reações cutâneas graves adversas a drogas - aspectos relevantes ao diagnóstico e ao tratamento - Parte I - Anafilaxia e reações anafilactóides, eritrodermias e o espectro clínico da síndrome de Stevens-Johnson & necrólise epidérmica tóxica (Doença de Lyell)*

 

 

Paulo Ricardo CriadoI; Roberta Fachini Jardim CriadoII; Cidia VasconcellosIII; Rodrigo de Oliveira RamosIV; Andréia Christina GonçalvesV

IDermatologista, mestre em clínica médica, médico assistente e preceptor dos Serviços de Dermatologia do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo e Complexo Hospitalar Padre Bento de Guarulhos
IIAlergologista, mestre em clínica médica, médica assistente e preceptora do Serviço de Alergia e Imunologia do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo e alergologista voluntária da Faculdade de Medicina do ABC
IIIDermatologista, doutora em medicina, médica assistente do Serviço de Dermatologia do Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo e LIM-56 do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP
IVMédico residente em dermatologia do Serviço de Dermatologia do Hospital do Servidor Público do Estado de São Paulo
VDoutoranda do sexto ano de medicina da Universidade Estácio de Sá (RJ), em internato eletivo

Endereço para correspondência

 

 


RESUMO

As reações cutâneas graves adversas a droga (RCGAD) são as que geralmente necessitam de internação hospitalar, por vezes em unidade de terapia intensiva ou de queimados, com observação minuciosa dos sinais vitais e da função de órgãos internos. O objetivo é descrever essas reações, facilitando seu reconhecimento e tratamento. Fazem parte desse grupo a anafilaxia, a síndrome de Stevens-Johnson (SSJ), a necrólise epidérmica tóxica (NET) e, dependendo do envolvimento sistêmico, as eritrodermias. Neste artigo, são abordados as características clínicas e o tratamento de algumas reações adversas a droga: anafilaxia, as eritrodermias, a síndrome de Stevens-Johnson (SSJ) e a necrólise epidérmica tóxica (NET).

Palavras-chave: anafilaxia; eritema multiforme; hipersensibilidade a drogas; necrólise epidérmica tóxica; preparações farmacêuticas/efeitos adversos; síndrome de Stevens-Johnson.

 

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0365-05962004000400009

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~