Stress/estresse - Estresse ocupacional em profissionais de saúde: um estudo com enfermeiros portugueses
Esta página já teve 113.989.864 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.857 acessos diários
home | entre em contato
 

Stress/estresse

Estresse ocupacional em profissionais de saúde: um estudo com enfermeiros portugueses

18/02/2010

Psicologia: Teoria e Pesquisa

 

Resumo

GOMES, A. Rui; CRUZ, José Fernando  e  CABANELAS, Susana. Estresse ocupacional em profissionais de saúde: um estudo com enfermeiros portugueses. Psic.: Teor. e Pesq. [online]. 2009, vol.25, n.3, pp. 307-318. ISSN 0102-3772.  doi: 10.1590/S0102-37722009000300004.

Este trabalho analisa o estresse ocupacional em 286 enfermeiros de hospitais e centros de saúde portugueses. Avaliaram-se as fontes de estresse, o burnout, os problemas de saúde física, a satisfação e a realização profissional. Os resultados apontaram 30% de enfermeiros com experiências significativas de estresse e 15% com problemas de exaustão emocional. As análises de regressão múltipla apontaram maior capacidade preditiva das dimensões de estresse na exaustão emocional, na saúde física, na satisfação e na realização profissional. As análises comparativas evidenciaram maiores problemas de estresse e reações mais negativas ao trabalho nas mulheres, nos enfermeiros mais novos e com menor experiência, nos trabalhadores com contratos a prazo, nos profissionais que realizam trabalho por turnos e nos que trabalham mais horas.

Palavras-chave : enfermagem; estresse ocupacional; burnout; saúde; satisfação.

        · resumo em inglês     · texto em português     · pdf em português

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos