Cardiologia/Coração/CirurgCardíaca - Chlamydia pneumoniae e doença aterosclerótica
Esta página já teve 114.613.814 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.785 acessos diários
home | entre em contato
 

Cardiologia/Coração/CirurgCardíaca

Chlamydia pneumoniae e doença aterosclerótica

15/01/2011

Chlamydia pneumoniae e doença aterosclerótica

Luciele Sehnem, Henrique Luiz Staub

Resumo


OBJETIVO: revisar os aspectos etiopatogênicos da infecção por Chlamydia pneumoniae na doença aterosclerótica, analisando estudos em modelos animais e in vitro, assim como ensaios clínicos que avaliaram associação entre a presença do patógeno e doença aterosclerótica.
FONTE DE DADOS: foram revisados artigos disponíveis nas bases de dados PubMed, SciELO e LILACS, publicados entre 1986 e 2009.
SÍNTESE DOS DADOS: a Chlamydia pneumoniae pode se replicar no endotélio, células musculares lisas e macrófagos, contribuindo para a aterogênese. Lipopolissacarídeos e proteínas de choque térmico oriundos do patógeno podem induzir à formação de células espumosas. In vitro, macrófagos humanos infectados por Chlamydia pneumoniae apresentam acúmulo intracelular de lipídios por desregulação na absorção de lipoproteínas de baixa densidade. Em modelos animais, o patógeno é encontrado no ateroma de animais hiperlipêmicos, e macrófagos murinos aderem melhor ao endotélio quando infectados por Chlamydia pneumoniae. Os estudos soroepidemiológicos são controversos em termos da frequência de anticorpos anti-Chlamydia pneumoniae em pacientes com aterosclerose. Em ensaios clínicos, não há evidência cabal de benefício da terapia antibiótica sobre o prognóstico da doença arterial coronária. A ocorrência de infecção por Chlamydia pneumoniae não é, até o momento, fator de risco definido para doença aterosclerótica.
CONCLUSÕES: a infecção por Chlamydia pneumoniae pode constituir achado de importância etiopatogênica na ateromatose. Entretanto, a relevância clínica dessa associação, como mostram os estudos epidemiológicos e ensaios clínicos aqui revisados, ainda é incerta.


Texto Completo: PDF

Fonte:

 

http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/scientiamedica/article/view/5830

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos