beleza - Bronzeamento sem sol
Esta página já teve 111.049.996 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.783 acessos diários
home | entre em contato
 

beleza

Bronzeamento sem sol

01/02/2011
31/1/2011
imagem transparente

Busca por método que deixa a pele com a cor do verão dobra nas clínicas de estética

Rio - Já se foi o tempo em que para ficar com o corpo bronzeado era preciso fritar no sol. Nesta época do ano, a procura por métodos de bronzeamento alternativos, como o “bronzeamento à jato”, quase dobra nas clínicas de estética. O objetivo é ficar com a cor da estação sem ficar exposto ao excesso de radiação ultra-violeta sobre a pele.

“Estes métodos são melhores que a exposição direta ao sol, pois não causam queimaduras, envelhecimento precoce, sardas, ou num prazo mais longo, câncer de pele. A menos que a pessoa seja alérgica ao pigmento usado no tingimento, não há contra-indicação”, afirma Sara Bragança, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

O método, cuja coloração dura cerca de 15 dias, sai naturalmente e pode ser usado em todo o corpo. “É como se fosse uma maquiagem. O rosto também pode ser bronzeado”, diz a diretora da clínica de estética Camarim da Beleza, Janaína de Carvalho. Segundo ela, a cor da pigmentação pode ainda ser transformada em um bronze natural desde que a pessoa pegue sol aos poucos enquanto está bronzeada artificialmente.

A estudante Crislane Garcia adorou a ideia de não precisar pegar sol para ficar com a cor do verão. “Não gosto muito de ficar no sol porque, se exagerar, a pele descasca e fica ardida. Isso não é saudável”, afirma ela, que completa: “Já chegando bronzeada, posso ficar embaixo da barraca com protetor solar e vou estar igual a quem está se queimando horas no sol”.

Produto atua na superfície da pele

Segundo a dermatologista Sara Bragança, o bronzeamento a jato age apenas na camada mais externa da pele e não oferece o riscos como as câmaras de bronzeamento artificial, proibidas pela Anvisa desde novembro de 2009. Segundo o órgão, a radiação emitida pela máquina aumenta o risco de desenvolvimento de melanoma.

Sara recomenda que, mesmo com a pele já “morena” com o método a jato, é importante usar protetor solar sempre que se expor a radiação do sol. “Com o bronzeamento a pessoa acha que está queimada, quando, na verdade, não está. Por isso é preciso estar protegido. Tem que passar protetor solar como se não houvesse feito o bronzeamento e com um fator alto”.

DICAS

CONSERVE A COR
O bronzeado a jato sai da pele aos poucos e dura entre 10 e 15 dias. Basta não ficar horas dentro da banheira, piscina, ofurô ou saunas. Mesmo saindo, o produto não mancha a roupa.

LUGAR DE CONFIANÇA
É importante escolher uma clínica de confiança. Pesquise antes.

PREÇOS
Desconfie de preços muito baixos. Bronzeamento com um produto de qualidade custa entre R$ 100 e R$ 150 a aplicação. Os pigmentos devem ser específicos para a pele.



Fonte: O Dia Online

Fonte:

 

http://www.portaldoconsumidor.gov.br/noticia.asp?busca=sim&id=18026

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos