Dietas/Emagrecimento - Dieta cetogênica
Esta página já teve 110.986.920 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.775 acessos diários
home | entre em contato
 

Dietas/Emagrecimento

Dieta cetogênica

03/05/2011

Com o surgimento da cultura de valorização do corpo extremamente magro na mídia, trazido pelo mundo “fashion” as pessoas passaram a buscar intensamente alternativas para adquirir o corpo imposto como ideal.Um dos principais métodos utilizados são as famosas “dietas da moda”, que geralmente caracterizam-se por dietas de grandes restrições (de calorias, carboidratos, etc). Tais dietas surgem geralmente de revistas, sites, livros não científicos e são rapidamente difundidas. O grande problema é que essas são realizadas sem o acompanhamento de profissionais da saúde e possuem um risco de complicações enorme que podem fazer com que a pessoa adoeça gravemente.Um exemplo disso é o uso inadequado da dieta cetogênica que será discutido a seguir.

 

O que é dieta cetogênica?

Se você conhece algum diabético, talvez já tenha ouvido falar em cetoacidose.A cetoacidose é um fenômeno que acontece quando as células do nosso organismo não conseguem utilizar a glicose como fonte de energia porque não há oferta ou ainda quando a glicose do sangue não é aproveitada (por falta de insulina), assim essas células vão utilizar as gorduras como fonte de energia. Como resultado, quantidades significativas de ácido acetoacético e ácido3-hidroxibutírico (chamados corpos cetonicos) serão liberadas no sangue, o que o deixará ácido. No caso da dieta cetogênica é feito um controle alimentar causando uma cetoacidose induzida. Para isso a dieta começa com um jejum prolongado de 24 a 48 horas, tempo necessário para alcançar um estado cetogênico. Inicia-se, então, uma dieta com altíssimo teor de lipídeos e baixa proporção de carboidratos (massas, cereais, doces, farinhas, arroz, pães) e oferta de proteínas até 1g por kg de peso. Por exemplo, uma pessoa que pesa 60 Kg poderia comer no dia todo apenas 60 g de proteínas, se você não tem idéia de quanto é isso lembre-se que em um dia nós ingerimos diversos alimentos que possuem proteína como leite e derivados, carnes,peixes, verduras e leguminosas e apenas um bife de 130g de contrafilé grelhado já possui 57 g de proteínas. No geral, essas dietas seguem uma proporção de 4:1, ou seja, para cada 4 gramas de lipídios podem ser consumidas 1 grama de carboidrato + proteína. Assim, teríamos um cardápio repleto de maionese, creme-de-leite, óleos e gorduras vegetais, saindo completamente do padrão alimentar do brasileiro (o que traz uma enorme dificuldade de aceitação e adaptação à mesma) e também de uma recomendação de dieta equilibrada e saudável.

Contudo, tal dieta possui grande importância em alguns casos específicos, como por exemplo, no tratamento de crianças com epilepsia.Há crianças epilépticas que não respondem ao tratamento farmacológico, então foi descoberto que a adoção de dieta cetogênica nessas crianças causaria uma grande melhora principalmente na ocorrência de convulsões, em conseqüência a uma posterior adaptação do cérebro ao deixar de usar glicose como fonte de energia e passar a usar no lugar corpos cetonicos. Nesse caso o tratamento é feito com acompanhamento de uma equipe de profissionais da saúde, pois o estado prolongado de cetosi pode ser fatal.

Toda alimentação com restrição de carboidratos faz com que o organismo passe a usar massa magra como fonte de energia, ocorrendo uma perda de peso não saudável.Portando, é um grande erro usar uma dieta que é muito positiva para uma doença em pessoas saudáveis que desejam apenas perder peso! Isso irá trazer desequilíbrios metabólicos e carências de vitaminas e minerais, podendo levar a doenças como anemia e desnutrição.Toda pessoa deve ter uma alimentação para manter um peso adequado, sim. Mas esse peso e essa alimentação não devem ser ditados pela mídia e sim por um conjunto de características inerentes a cada pessoa.Se você deseja perder peso converse com um nutricionista que dirá pra você qual a forma mais adequada de chegar lá. Liberte-se dos modismos e principalmente do conformismo!

 

Que saber mais?

http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1415-52732003000200007&lng=en&nrm=iso

 

Larissa Galastri Baraldi (graduanda nutrição USP e estagiária da Nutrociência Assessoria em Nutrologia)

 

 

Fonte:

 

http://www.nutrociencia.com.br/upload_files/arquivos/Dieta%20cetogenica.doc

 

 

 

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos