-
Esta página já teve 131.003.695 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 24.840 acessos diários
home | entre em contato
 

Gastroenterologia/Proctologia/Fígado

Seguimento tardio em pacientes com banda gástrica

09/06/2014

ABCD. Arquivos Brasileiros de Cirurgia Digestiva (São Paulo)

Resumo

STOL, Aluísio; DADAN, Danieli D; GUGELMIN, Giovana  e  ROPELATO, Renato V. Seguimento tardio em pacientes com banda gástrica. ABCD, arq. bras. cir. dig. [online]. 2013, vol.26, suppl.1, pp. 13-16. ISSN 0102-6720.  http://dx.doi.org/10.1590/S0102-67202013000600004.

RACIONAL: A banda gástrica ajustável por via laparoscópica é técnica segura, potencialmente reversível e alternativa eficaz ao by-pass gástrico em Y-de-Roux. Porém, ela tem taxa elevada de reoperação e perda de peso insatisfatória. OBJETIVO: Apresentar uma série de casos com o uso da banda gástrica em seguimento de longo prazo analisando o índice de retirada, suas causas e as conversões cirúrgicas efetuadas. MÉTODOS: Estudo retrospectivo baseado na análise de 19 pacientes submetidos ao procedimento no período de novembro de 1999 a novembro de 2002, e revisados com seguimento clínico tardio até fevereiro de 2011. Os pacientes foram analisados nos seguintes aspectos: sexo, idade, peso pré-operatório, IMC pré-operatório, tempo de seguimento, motivos de retirada da banda gástrica, necessidade de conversão para outra modalidade cirúrgica e índice de falha do método cirúrgico. RESULTADOS: Dezenove pacientes foram submetidos ao procedimento, sendo quatro mulheres e 15 homens. O IMC médio pré-operatório foi de 41,95 kg/m2 (36-54). A banda foi retirada em 13 pacientes (68,42%), dos quais sete por erosão, quatro por perda de peso insatisfatório e dois por refluxo gastroesofágico. O bypass gástrico foi realizado em dez pacientes e operação de Scopinaro em um. Duas pacientes ainda não tinham sido reoperadas e quatro perderam o seguimento. CONCLUSÃO: A banda gástrica é técnica insatisfatória a longo prazo, com alto índice de retirada por migração ou por perda de peso insatisfatória.

Palavras-chave : Falha de tratamento; Reoperação; Obesidade.

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos