Ginecologia/Mulher - Órgãos GENITAIS E SUAS FUNÇÕES 2
Esta página já teve 116.536.830 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.681 acessos diários
home | entre em contato
 

Ginecologia/Mulher

Órgãos GENITAIS E SUAS FUNÇÕES 2

29/06/2003

Órgãos GENITAIS E SUAS FUNÇÕES - Ovários I

ovário

O ovário é um órgão duplo (ovário esquerdo e ovário direito) com forma de amêndoa, encontra-se situado na pequena pelvis, unido a cara dorsal dos ligamentos largos mediante o mesovarium.
Diferenciam-se nele duas estruturas: uma cortical e outra medular. A cortical é a mais importante devido a que está composta pelos folículos ováricos, os quais contêm um óvulo cada um, em diferentes grado de maturação. O ovário é a glãndula sexual feminina forjadora das células aptas para a reprodução. Os folículos menores, com óvulos imaturos, são os primários que passam a ser folículos de Graaf ao maturar, quando são capazes de expulsar do ovário o óvulo já maturo. Este momento recebe o nome de ovulação. O folículo eliminado pelo óvulo se transforma em um corpo amarelado (corpo lúteo) e degenera posteriormente em corpo albicans.
Constituem a parte principal do aparelho genital feminino. Galeno os comparou aos testículos do homem. Eles contêm, na verdade, o germe feminino, o óvulo, como os testículos encerram os espermatozóides.
Os ovários se acham dos dois lados do útero e, durante a puberdade, têm o tamanho comparável ao de uma ameixa.
São mantidos em posição por uma prega do peritônio, o ligamento largo; de outro lado, entram em contato com o útero por meio do ligamento útero-ovárico.
No período que precede a primeira menstruação, os ovários atingem o máximo do volume. Com o avançar da idade, os ovários tendem a reduzir-se e, depois, na menopausa, tem praticamente um terço do seu volume inicial.
Os ovários têm uma forma ovoidal, com as seguintes dimensões:
-diâmetro maior: 4 centímetros;
-diâmetro menor: 2 centímetros;
-espessura: 1 centímetro.
O ovário esquerdo é um pouco maior do que o ovário direito. Durante a menstruação ou durante a gravidez, os ovários aumentam de volume. Por anomalias do desenvolvimento, os ovários podem ficar em estado rudimentar, ou, então, aparecer em número superior a dois.
Os ovários não são, na verdade, glândulas, mas devem ser antes considerados como um armazém de depósito e de desenvolvimento dos óvulos primitivos, que aí já se acham no momento do nascimento e que se transformam em óvulos maduros no decurso da evolução sexual feminina. Os óvulos estão contidos dentro de vesículas cheias de um líquido claro, chamadas folículos de Graaf. Nas jovens, o ovário contem um numero enorme de folículos de Graaf e de óvulos em diversos graus de maturidade (cerca de 36.000). Só uma pequena parte, evidentemente, tornar-se-á óvulo maduro, na vida de uma mulher. A cada ciclo menstrual, um folículo se rompe e o óvulo se destaca do ovário. O óvulo não é mais substituído. A função genital da mulher
se exaure pelos cinqüenta anos com a superveniência da menopausa. No ovário, onde teve lugar o rompimento do folículo, se forma uma cicatriz. Observando-se a superfície externa de um ovário de mulher em idade fecunda, notam-se diversos folículos de Graaf, em diferentes estádios de evolução e cicatrizes mais ou menos recentes.

 

tuba uterina x ovário

Útero e Tubas uterinas II

tuba uterina

AS TUBAS UTERINAS ( Trompas de Falópio )
As tubas de Uterinas ou ovidutos são dois condutos que unem o ovário com o útero. Têm um calibre menor nas proximidades do útero (2 milímetros) e muito maior do lado do ovário. A mucosa da trompa é formada por um epitélio de células dotadas de cílios e, portanto, de movimentos vibráteis.
É graças a esse movimento que o ovo maduro chega ao útero.

O ÚTERO
O útero, conhecido ainda por matriz, representa o órgão da gestação. É um músculo oco, situado na cavidade pélvica, entre a bexiga, adiante, e o reto, atrás, acima da vagina e abaixo das circunvoluções do intestino delgado. A sua forma foi comparada àquela de uma pêra invertida. As dimensões do órgão variam conforme a idade e o estado fisiológico da mulher. A diferença é mínima entre a mulher virgem e aquela que não teve filhos, enquanto é muito grande entre aquelas e a mulher que teve um ou mais engravidamentos:
Nulípara: 6 a 7 cent.(Comprimento) 4 cent.(Largura)
Multípara: 7 a 8 cent.(Comprimento) 5 cent.(Largura)
A espessura do útero é de cerca de 25a 30 centímetros; o seu peso varia de 40 a 50 gramas nas mulheres que não tiveram filhos e de 60 a 70 gramas nas que foram engravidadas. Durante a menstruação, o útero aumenta de volume em conseqüência da abundante perda de sangue que se verifica neste período. Quando a ovulação e a menstruação desaparecem, isto é, quando chega a menopausa, o útero termina a sua função e se atrofia progressivamente. O útero é formado do fundo, do corpo e do colo.
O fundo, grosso e largo, fica ao nível da parte superior da bacia. O colo está voltado para baixo e faz saliência no fundo da vagina.
O útero é mantido na sua posição pelas relações de continuidade da vagina e por diversos ligamentos: largos, redondos, útero-sacros.
O útero é formado por três diversas camadas: serosa, musculosa e mucosa.
A serosa, a camada mais externa, é formada pelo peritônio, que, depois de Ter recoberto a bexiga, se dobra também sobre o útero. A camada muscular média constitui a parede do órgão. Compreende fibras musculares lisas que aumentam de volume e tomam uma cor mais rósea durante a gravidez. A camada mucosa forra toda a cavidade uterina, continuando, na parte superior, com a mucosa das tubas Uterinas, na parte inferior com a da vagina.
Útero III

útero

O útero é um órgão muscular, impar e médio, situado atrás da bexiga e na frente do reto.
úteroEstá composto de três partes: o corpo uterino que é a mais voluminosa, a colo e o istmo que está entre as duas anteriores. O útero é um órgão ôco, com três orifícios, dois superiores onde estão implantadas as trompas (orifícios tubários) e um inferior (orifício cervical interno) em continuação com o orifício do pescoço do útero que, através do orifício cervical externo (fundo do saco vaginal), se conecta com a vagina. O orifício do colo do útero recebe o nome de canal cervical, e a parte mais elevada do corpo uterino chama - se fundo uterino.
Está estruturado histologicamente em três capas: primeiro o endomêtrio que varia sua morfologia de acordo com a etapa do ciclo menstrual; segundo o miométrio; e terceiro o paramétrio.
O útero tem como função primordial abrigar o óvulo para nutrir e protegê - lo em suas etapas de embrião e feto.

útero

 

http://www.corpohumano.hpg.ig.com.br/


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos