Tóxicos/Intoxicações - Poluição Doméstica
Esta página já teve 115.752.362 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.705 acessos diários
home | entre em contato
 

Tóxicos/Intoxicações

Poluição Doméstica

14/07/2003

 

    Tosse e espirros ao chegar em casa? Coceira na garganta quando entra no quarto? Cuidado: o perigo pode estar mais perto de você que imagina...

    Nos últimos anos, várias pesquisas vêm indicando que o ar em nossas casas e no local de trabalho pode estar mais poluído que o ar da "rua", mesmo em grandes cidades industrializadas. Muitos produtos tóxicos apresentam níveis 2 a 5 vezes maiores dentro de casa do que na rua.

    Fontes domésticas emissoras de gases ou partículas microscópicas são a principal causa de problemas na qualidade do ar em nossas residências. Uma ventilação inadequada aumenta os níveis internos de agentes nocivos ao não permitir uma renovação e uma diluição adequada da atmosfera doméstica. Temperaturas elevadas e altos níveis de umidade também aumentam as concentrações de certos poluentes e então, ao final de um dia de luta na empresa, escritório ou consultório, chegando em casa para o merecido descanso, eis que nosso corpo passa se engajar em uma estressante luta contra poluentes e carcinógenos.
 


Fontes de poluentes

    A importância relativa de uma determinada fonte depende da quantidade de emissão do poluente e quão prejudicial é esta emissão. Algumas fontes, como depósitos de materiais de construção e produtos para "refrescar o ar", liberam poluentes de maneira mais ou menos contínua, dependendo da freqüência de uso. Outras fontes, relacionadas a várias atividades desenvolvidas em casa (ex: tabagismo, uso de solventes, produtos de limpeza e pesticidas), liberam poluentes de maneira mais intermitente.

Principais fontes de Poluição Doméstica

· Óleo
· Gás
· Querosene
· Madeira
· Subprodutos do tabaco
· Materiais de construção
· Tapetes e carpetes
· Móveis feitos de material inapropriado
· Produtos de limpeza
· Cosméticos
· Ar-condicionado
· Pesticidas

    Existe muita controvérsia quanto à possibilidade da fibra de tapetes e carpetes produzirem e emitirem Compostos Orgânicos Voláteis (COVs). Os COVs, na verdade, estão presentes na atmosfera da fábrica onde são fabricados e terminam aprisionados nos tapetes e carpetes. Alguns dias após a instalação começam a ser liberados em níveis muito pequeno, cessando em poucas semanas, sendo que esses níveis de liberação não são tóxicos. Geralmente, os problemas de alergia não decorrem do tapete ou carpete, mas da própria poeira doméstica acumulada por falta de limpeza adequada.

    O ar do ambiente externo entra em casa de 3 maneiras: infiltração (através de frestas), ventilação natural (janelas e portas abertas) e ventilação mecânica (ventiladores, exaustores). Apartamentos costumam apresentar os mesmos problemas das casas.
 


Efeitos da Poluição Doméstica

    Os efeitos da exposição à poluição doméstica podem surgir imediatamente ou levar anos até se manifestar. Os efeitos mais imediatos incluem irritação dos olhos, nariz e garganta, cefaléia, tonteira e fadiga e, em geral, são temporários e tratáveis. Algumas vezes o tratamento se restringe a eliminar a exposição à fonte poluidora - quando esta pode ser identificada.

    A reação à presença da poluição doméstica depende de vários fatores. Idade, sensibilidade individual e doenças pré-existentes. Infelizmente, as pessoas mais expostas à poluição doméstica - idosos, jovens e criticamente doentes - são exatamente aquelas mais susceptíveis aos seus efeitos e mais prejudicados.

    A maioria dos efeitos imediatos assemelha-se a resfriados e outras doenças virais leves. Em muitos casos é difícil determinar se os sintomas foram causados por exposição à poluição doméstica. Por isso é importante ficar atento ao local e ao período em que os sintomas ocorreram: sintomas recorrentes sempre que se tem contato com determinado ambiente sugerem poluição doméstica como causa.

    Ainda não estão bem definidos a concentração dos poluentes domésticos e o período de exposição necessário para afetar seriamente a saúde. As reações individuais variam grandemente e muitos efeitos (ex: doenças respiratórias, cardiopatias e câncer) podem levar anos para se manifestar ou surgirem apenas após um longo período de exposição. Por isso, é prudente melhorar a qualidade do ar em sua casa mesmo na ausência de quaisquer sintomas.
 


Estratégias básicas para controle da Poluição Doméstica

    As soluções para o problema da qualidade do ar em casa envolvem medidas como eliminar ou controlar a fonte poluente, aumentar a ventilação e instalar dispositivos de renovação e limpeza do ar ambiente.

1 - Controle da fonte: em geral, a maneira mais eficaz de melhorar a qualidade do ar em sua casa é eliminar as fontes poluentes ou reduzir sua emissão. Algumas fontes, como aqueles que contêm asbestos, podem ser seladas ou fechadas. Outras, como sistemas de gás, podem ser ajustadas para diminuir o volume de emissão. Na maioria dos casos, o controle da fonte é a solução mais eficaz.

2 - Melhorando a ventilação: manter janelas e portas abertas sempre que possível ou acionar a função de exaustor quando estiver utilizando o ar-condicionado são medidas viáveis que podem ajudar. Melhorar a ventilação é especialmente importante quando está sendo desenvolvida alguma atividade produtora de poluentes (ex: pinturas, cozimentos, soldas, reformas em geral, etc).

3 - Limpadores de ar: alguns modelos são realmente eficazes, mas a maioria deles geralmente não remove poluentes gasosos. Além disso, o uso destes dispositivos não exclui a necessidade de eliminar ou controlar a fonte emissora de poluentes. Há algum tempo havia a crença de que plantas poderiam reduzir os níveis de poluentes dentro de casa, mas até o momento não existem evidências científicas significativas comprovando isto. Ainda, plantas no interior da casa regadas excessivamente podem abrigar fungos na terra que lhes sustenta, afetando indivíduos alérgicos.

 


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~