Vascular/Cirurgia Vascular/Circulação - Drenagem Linfática
Esta página já teve 114.064.918 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.855 acessos diários
home | entre em contato
 

Vascular/Cirurgia Vascular/Circulação

Drenagem Linfática

08/08/2003

 

 

 

DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL


Desde que, por volta dos anos 30, o Dr. Vodder e a sua esposa criaram e introduziram com êxito a Drenagem Linfática Manual no tratamento de afeções crônicas das vias respiratórias superiores, o seu campo de aplicações médicas foi-se ampliando e aprofundando com o passar do tempo. Em alguns casos a DLM, constitui um procedimento principal de tratamento, como é o caso dos LINFOEDEMAS, enquanto noutros casos há que considera-la simplesmente como uma terapia acompanhante ou de apoio. Será impensável não pensar nela quando se fala de PÓS-MASTECTOMIA ou de qualquer outra intervenção cirúrgica.

É uma técnica especifica de massagem manual que exige uma formação adequada. Esta técnica caracteriza-se por uns movimentos muito suaves e precisos, todos em forma circular e espiral e por um trabalho intensivo realizado nos centros de gânglios linfáticos.
Procurando aliviar os sintomas, primeiro trata o sistema linfático superior, ou seja, a zona do coração, as zonas dos gânglios linfáticos do pescoço, da garganta, e dos ombros, evoluindo depois, de forma progressiva, para as zonas afetadas, mais afastadas do coração. Na maioria dos casos este tratamento tem a duração de1 hora.

Estimula a circulação linfática nos vasos linfáticos ao acelerar a absorção de líquidos e das macro-moléculas do tecido intersticial, pela ativação da capacidade peristáltica destes vasos. Por isso, a Drenagem Linfática Manual faz absorver inúmeras formas de EDEMAS. Não só absorve formas de edemas aparentes, como também o faz a formas menos visíveis, como por exemplo; os EDEMAS PÓS-OPERATÓRIOS dos membros, o edema do braço depois de uma MASTECTOMIA, assim como os edemas PÓS-TRAUMATICOS, como os que aparecem quando se faz uma fratura óssea; mas também é eficaz em formas de edemas ainda menos visíveis, como os que podem dar origem a dores de cabeça e a dores da coluna vertebral.
A Drenagem Linfática Manual segundo VODDER, estimula o processo imunitário, ao aumentar, na zona cortical dos gânglios linfáticos, a produção de linfócitos.
A Drenagem Linfática Manual é indicada de forma indiscutível em todos os casos de LINFOEDEMAS, ou seja, de edemas resultantes de uma debilidade ou de uma diminuição da capacidade de transporte do sistema linfático.


A DRENAGEM LINFÁTICA MANUAL FAVORECE A REGENERAÇÃO DOS TECIDOS

Este efeito regenerativo pode explicar-se pela eliminação do edema intersticial, fator de diminuição da velocidade da micro circulação. Segundo VODDER este fato também se poderia. explicar pelo aumento da produção de linfócitos, cujo núcleo tem um papel alimentício e regenerador para os tecidos. Este fenômeno foi observado em úlceras varicosas, osteoporoses, celulites e enxertos de órgãos.
A Drenagem Linfática Manual exerce uma ação sedante, tranqüilizante e relaxante. Favorece o predomínio do sistema nervoso parasimpático, a parte do sistema nervoso autônomo que preside à recuperação de forças e à regeneração de tecidos. De fato, quando se inicia o tratamento, a maioria dos pacientes sentem que os seus músculos se relaxam, as suas pálpebras pesam e uma sensação de torpor invade-os.
A Drenagem Linfática Manual é utilizada em diversas indicações terapêuticas tais como:
· Linfoedema Primário e Secundário
· Linfoedema do braço pós - mastectomia
· Edemas pós-operatórios e pós - traumáticos
· Problemas circulatórios
· Pós - cirurgia plástica
· Pós - Lipoaspiração
· Sinusite, Rinite e Otite
· Varizes e pernas cansadas
· Edemas da Gravidez
· Enxaquecas
· Atrozes, Artrites, Gota
· Tendinites
· Celulite

CUIDADOS A TER DEPOIS DE UMA MASTECTOMIA PARA EVITAR A FORMAÇÃO DE UM LINFOEDEMA

· Manter a zona afetada sempre limpa. Utilizar sempre um creme hidratante que não contenha álcool e com um PH correto.

· Evitar temperaturas muito elevadas, tais como: banhos com água muito quente , exposição solar, saunas, banhos turcos...

· Cuidados médicos tais como: análises de sangue, medições de tensão arterial, acupunctura , testes , devem ser evitados no membro afetado.

· Evite roupa apertada, relógios, anéis , pulseiras e tudo o que possa afetar a circulação.

· Evite pesos no membro afetado tais como: sacos e malas.

· Tenha cuidado ao cortar as unhas e arranjar as cutículas.

· Evite todo o tipo de traumas, tais como: cortes, queimaduras, picadas de insetos, use sempre luvas se está a fazer jardinagem ou a trabalhar com agulhas ou facas.

· Evite movimentos bruscos tais como empurrar, puxar, pegar em crianças ao colo, carregar bagagem, nunca fazer nada até à exaustão, pois está em risco de se cansar mais facilmente levando mais tempo em recuperar-se.

· Se viajar de avião deve usar uma manga elástica durante a viagem

· Tente manter um peso ideal e beba muita água.

A Drenagem Linfática Manual é uma terapia reconhecida não só como tratamento de Linfoedemas mas também para a sua prevenção. Se fez uma mastectomia com remoção de gânglios axilares o seu sistema imunológico está debilitado. A Drenagem Linfática Manual ajuda a melhorar o sistema imunológico. Outros gêneros de massagem deverão ser evitados, tais como: Shiatsu, Reflexologia ou Massagem Desportiva.


PROGRAMA DE TRATAMENTO

· Histórico médico

· Histórico dos procedimentos cirúrgicos

· Se fez tratamentos (quimioterapia ou radioterapia) e qual a duração

· Histórico familiar

· Medicamentos que toma atualmente

· Nome dos médicos com quem se trata

· Primeiros sintomas relacionados com o Linfoedema

· Quais as expectativas em relação ao tratamento de Drenagem Linfática Manual

Os membros serão medidos na 1ª consulta, não só o membro afetado como também o não afetado. Estas medidas servem para comparar qual o volume do inchaço e são usadas para comparar no fim do programa de tratamento, com o fim de avaliar a quantidade de volume reduzido no membro afetado.
A Drenagem Linfática Manual é utilizada não só para reduzir a quantidade de linfa acumulada no membro afetado, como também ajudar a recuperar os vasos linfáticos de outras áreas.
Uma sessão de Drenagem Linfática Manual tem uma duração entre 60 a 90 minutos, consoante o grau do Linfoedema e da sua localização. Se estiver localizado na extremidade do membro requer 90 minutos. A seguir ao tratamento procede-se às ligaduras de compressão para evitar o retorno da linfa. O paciente é ensinado a lidar com as ligaduras para que possa ele próprio auto ligar-se e diminuir a compressão sempre que seja necessário.
Depois de 10 tratamentos, que no inicio deverão ser de 1 por dia ou em dias alternados, o membro é novamente medido para se verificar a redução do volume obtido e assim comparar com as medidas efetuadas no inicio do tratamento.
Nesta 2ª fase o terapeuta e o paciente combinam qual será o tratamento de manutenção, uma vez que, não deve deixar de fazer pelo menos uma vez por mês um tratamento de Drenagem Linfática Manual ou sempre que sinta que houve um aumento do inchaço. Tudo isso depende , como é obvio, do volume de linfa reduzido nos primeiros 10 tratamentos e do estilo de vida do paciente.
Será fornecida ao paciente uma lista de conselhos que deverá seguir para que possa evitar o aumento do Linfoedema assim como dos cuidados a ter a nível da higiene permitindo assim que o paciente possa ter o máximo de qualidade de vida.

 

 

www.junebastein.hpg.ig.com.br

www.junebastein.hpg.ig.com.br


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos