Vascular/Cirurgia Vascular/Circulação - Pesquisa de trombofilia tem pouca utilidade prognóstica em portadores de trombose venosa
Esta página já teve 114.666.884 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.778 acessos diários
home | entre em contato
 

Vascular/Cirurgia Vascular/Circulação

Pesquisa de trombofilia tem pouca utilidade prognóstica em portadores de trombose venosa

18/08/2003

Após um primeiro episódio de tromboembolismo venoso (TV), os pacientes são geralmente tratados com anticoagulante oral por período que varia entre 6 semanas e 6 meses.Após a interrupção do tratamento, a taxa de recorrência do TV é de 12 a 18% em até 2 anos de seguimento. O risco de recidiva do TV é maior logo após o episódio agudo, e diminui com o tempo. Um novo estudo publicado neste fim de semana na revista The Lancet avaliou 781 pacientes com TV entre 1997 e 2002. Os autores verificaram, entre outros achados, que realizar pesquisa da ocorrência de trombofilia hereditária não é capaz de prever um novo evento durante o período de maior risco, ou seja, os dois primeiro anos após a suspensão da terapêutica anticoagulante. Segundo os autores, a pesquisa de fatores relacionados a trombofilia não tem utilidade na maioria destes pacientes, podendo apenas ser informativo em pacientes de famílias com uma forte predisposição para trombose.

The Lancet


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos