Vascular/Cirurgia Vascular/Circulação - Efeitos nefrotóxicos em pacientes de alto risco submetidos à angiografia
Esta página já teve 115.956.534 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.694 acessos diários
home | entre em contato
 

Vascular/Cirurgia Vascular/Circulação

Efeitos nefrotóxicos em pacientes de alto risco submetidos à angiografia

18/08/2003

 

O uso de contraste iodado pode gerar nefropatia, mas ainda é incerto se o uso do contraste isosmolar em pacientes de alto risco seria menos nefrotóxico do que o contraste de baixa osmolaridade.

Um estudo multicêntrico europeu, randomizado e duplo cego, coordenado pelo Dr. Peter Aspelin, do Huddinge University Hospital, em Estocolmo, na Suécia, comparou os efeitos nefrotóxicos do uso de um contraste isosmolar, dimérico e não-iônico (iodixanol) com o uso de um contraste de baixa osmolaridade, não-iônico e monomérico (iohexol). O estudo envolveu 129 pacientes com diabetes e níveis de creatinina sérica entre 1.5 e 3.5 mg por decilitro, que se submeteram à angiografia coronária ou aortofemoral. O desfecho primário avaliado foi o pico máximo de aumento a partir da creatinina basal ao longo de 3 dias após a angiografia. Outros desfechos foram um aumento no nível de creatinina de 0,5 mg/dl ou mais, um aumento de 1.0mg/dl ou mais, e uma alteração nos níveis de creatinina entre os dias 0 e 7.

Como resultado, o aumento nos níveis de creatinina foi significativamente menor nos pacientes que receberam iodixanol. Entre os dias 0 e 3, o pico médio de aumento foi 0,12 mg/dl no grupo iodixanol e 0,55 mg/dl no grupo iohexol (p=0.001). Dois dos 64 pacientes no grupo iodixanol (3%) tiveram um aumento na concentração de creatinina de 0,5 mg/dl ou mais, em comparação a 17 dos 65 pacientes do grupo iohexol (26%) (p=0.002). Nenhum paciente que recebeu iodixanol teve aumento de 1.0mg/dl ou mais, mas isso ocorreu em 10 pacientes no grupo iohexol (15%). A alteração média na concentração de creatinina entre os dias 0 e 7 foi 0.07 mg/dl no grupo iodixanol e 0.24 mg/dl no grupo iohexol (p=0.003).

Com estes resultados, os pesquisadores concluíram que a nefropatia induzida por contraste pode ter menor probabilidade de ocorrer nos pacientes de alto risco quando se usar o iodixanol ao invés de um contraste não-iônico de baixa osmolaridade.

Fonte: The New England J. Medicine 2003;348:491-499


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos
 
Hacked by
#TeaMGh0sT

~ DB GOT DROPPED ~