Vascular/Cirurgia Vascular/Circulação - A trombose aumenta a circulação do fator de crescimento de hepatócitos via degranulação de mastócitos
Esta página já teve 115.031.991 acessos - desde 16 maio de 2003. Média de 27.739 acessos diários
home | entre em contato
 

Vascular/Cirurgia Vascular/Circulação

A trombose aumenta a circulação do fator de crescimento de hepatócitos via degranulação de mastócitos

18/08/2003

 

A concentração plasmática do fator de crescimento de hepatócitos (HGF), um poderoso fator de crescimento angiogênico induzido por heparina, aumenta nas desordens associadas a fenômenos trombóticos, como infarto do miocárdio e angina instável. Entretanto, não se sabe quais os mecanismos desta liberação de HGF associada com trombos. Um estudo experimental em ratos, coordenado recentemente pelo Dr. Akira Matsumori, do departamento de medicina cardiovascular da Kyoto University, em Kyoto, no Japão, tentou avaliar estes mecanismos.

No estudo, os animais ( ratos Wistar) receberam solução salina (grupo 1), 50 µg do agente degranulador de mastócitos CP48/80 (grupo 2), ou 1000 U/kg heparina (g3). Amostras sanguíneas foram coletadas aos 10 e aos 30 minutos após as injeções, para medida do HGF.

Os mesmos experimentos foram realizados em ratos com uma deleção do gene c-kit, que leva a uma deficiência de mastócitos (white spotting rats – Ws).

A heparina intravenosa aumentou imediatamente o HGF plasmático em ambos os ratos (wistar e Ws), com 38.02±2.08 ng/mL versus 1.11±0.70 ng/mL nos não tratados, dentre os wistar (P<0.0001) e com 36.39±4.15 ng/mL versus 0.66±0.18 ng/mL nos não tratados, dentre os Ws (P<0.0001). A injeção de CP48/80 também aumentou o HGF plasmático em ratos Wistar (9.12±1.11 ng/mL versus 0.65±0.24 ng/mL no grupo não tratado, P=0.004), mas não nos ratos Ws (0.67±0.27 ng/mL versus 0.66±0.18 ng/mL no grupo não tratado, P=0.997). Em um modelo de microtrombo em artéria carótida de rato, a formação de trombo intra-arterial aumentou a circulação de HGF nos ratos Wistar (P=0.0064), mas não nos ratos Ws (P=0.29). Além disso, a estimulação in vitro dos mastócitos peritoneais dos ratos com trombina induziu rapidamente a degranulação de forma dose-dependente.

Segundo os pesquisadores, estas observações indicam que a degranulação de mastócitos estimulada por trombina é necessária para a rápida indução do HGF plasmático nas desordens associadas a trombos intravasculares.

Circulation 2002;106:3133-3136


IMPORTANTE

  •  Procure o seu médico para diagnosticar doenças, indicar tratamentos e receitar remédios. 
  • As informações disponíveis no site da Dra. Shirley de Campos possuem apenas caráter educativo.
Publicado por: Dra. Shirley de Campos
versão para impressão

Desenvolvido por: Idelco Ltda.
© Copyright 2003 Dra. Shirley de Campos